Giovinazzi substitui Wehrlein novamente na China

Alemão diz que ainda não está pronto para aguentar uma corrida completa: “vamos levar o tempo que precisar”

Pascal Wehrlein mais uma vez perderá uma etapa da Fórmula 1. Depois de desistir do GP da Austrália após os treinos de sexta-feira, alegando falta de resistência para aguentar uma grande sequência de voltas, o piloto da Sauber também não alinhará no GP da China deste próximo final de semana. Seu substituto será mais uma vez Antonio Giovinazzi.

O piloto alemão machucou as costas em um acidente durante o Race of Champions em janeiro e ainda teme que possa ter dificuldades físicas para completar uma corrida devido a não estar completamente recuperado.

Ele insistiu, no entanto, que a decisão se deve a preocupações com sua forma e não tem nada a ver com a lesão sofrida.

Antonio Giovinazzi assumiu o carro de Wehrlein a partir do TL3 em Melbourne, e se classificou logo atrás do companheiro de equipe Marcus Ericsson. O italiano terminou a prova em 12º lugar.

"Para mim o mais importante é poder treinar intensamente para garantir um desempenho de 100% do meu lado o mais rapidamente possível", disse Wehrlein em comunicado da Sauber à imprensa.

"Vou estar bem preparado para o meu primeiro fim de semana de GP pela Sauber. Espero que possa ser no Bahrein, mas, se não for, vamos levar o tempo que precisar até a Rússia para me certificar de que estou completamente pronto."

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da China
Pista Shanghai International Circuit
Pilotos Pascal Wehrlein , Antonio Giovinazzi
Equipes Sauber
Tipo de artigo Últimas notícias