GP da Austrália terá duas zonas de abertura de asa

Mas linha de detecção só será empregada em um único ponto do circuito. Será que teremos mais ultrapassagens com isso?

Dupla área de DRS: mais ultrapassagens?

A Federação Interacional de Automobilismo (FIA) anunciou nesta quarta-feira que o Grande Prêmio da Austrália terá duas zonas de ativação da asa móvel, mas somente um ponto de detecção.

A linha em que marcará se o carro de trás poderá ou não utilizar a asa móvel durante a corrida está localizada antes da curva 14, a última antes da chicane final. A primeira zona de abertura da asa será na reta de chegada - no mesmo local da de 2011. Já a ativação da segunda zona será dada na reta que liga a primeira chicane até a curva três.

As regras para o uso da asa móvel, ou do DRS (Drag Reduction System; em português, Sistema de Redução de Arrasto) continuam as mesmas do ano passado, confira:

* Os carros só poderão ativar a asa móvel a após a terceira volta da prova ou da relargada com Safety Car;
* Somente poderá abrir a asa móvel o piloto que estiver a menos de um segundo de seu adversário da frente quando passar pela linha de detecção;
* Dependendo das condições de pista (chuva, por exemplo), a asa móvel poderá ser desabilitada;
* Seu uso é liberado sem restrições em treinos e na classificação.

Os pontos exatos para a prova de Melbourne são:

Detecção: 13 metros antes da curva 14
Ativação 1: 795 metros antes da curva 1
Ativação 2: 510 metros antes da curva 3

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Austrália
Tipo de artigo Últimas notícias