GP da França faz mudanças para conter crise no tráfego

compartilhar
comentários
GP da França faz mudanças para conter crise no tráfego
Por: Scott Mitchell
Co-autor: Oleg Karpov
22 de jun de 2018 16:07

Mudanças serão feitas no gerenciamento de tráfego perto de Paul Ricard para tentar evitar a repetição dos congestionamentos que ocorreram nesta sexta-feira

A preparação para o GP da França foi prejudicada por problemas de tráfego em torno do circuito de Paul Ricard, que é acessível somente por uma via.

Isso provocou confusão nas áreas vizinhas, com as pessoas envolvidas com a F1 e espectadores fazendo fila durante horas para chegar à pista.

Para o dia de treinos de sexta-feira, a autoridade local, responsável pelo gerenciamento do tráfego, tornou a estrada principal do circuito acessível em apenas uma direção, por meio de uma única via, para os espectadores.

Foram também liberadas áreas de estacionamento, que têm a capacidade total combinada de 25 mil lugares, com a liberação de vagas progressiva.

Uma declaração do prefeito de Var, a autoridade local, disse que em conjunto com os organizadores, eles decidiram abrir todos os estacionamentos ao mesmo tempo e temporariamente duplicar as faixas de tráfego “nas imediações” da pista.

O prefeito afirmou que “a situação está melhorando gradualmente”, mas está ocorrendo uma reunião entre a autoridade e o organizador para redigir um plano de contingência para o final de semana se os problemas continuarem.

Os organizadores tinham como alvo uma multidão de 65 a 70 mil pessoas, cerca de 20.000 abaixo da capacidade máxima do circuito, e admitiram anteriormente que o gerenciamento de trânsito era uma prioridade máxima, devido ao seu problema natural de acesso.

Falando ao Motorsport.com durante os testes de pré-temporada na Espanha, a diretor de marketing e comunicações do GP da França, Aurelie Letellier, disse que era algo que não preocupava.

“Obviamente, estamos cientes dos desafios que surgem com um circuito tão bonito no topo de uma colina com vista para o mar, tudo no meio de um ambiente natural”, disse ela.

“Houve eventos maiores em Paul Ricard. Sabemos que pode acomodar muito mais tráfego e mais pessoas.”

"No entanto, decidimos que vamos ficar com os 65 mil deste ano, porque queremos fazer um bom show que seja confortável a todos."

Quando perguntado sobre a situação do trânsito na sexta-feira, o CEO da Fórmula 1, Chase Carey, disse: "É ótimo ser popular".

"Temos um grande público na sexta-feira e vai crescer ainda mais no fim de semana. E todos vão se divertir."

Próxima Fórmula 1 matéria
VÍDEO: Novidades técnicas para o GP da França

Previous article

VÍDEO: Novidades técnicas para o GP da França

Next article

Hamilton lidera com folga segundo treino do GP da França

Hamilton lidera com folga segundo treino do GP da França

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP da França
Localização Circuit Paul Ricard
Autor Scott Mitchell
Tipo de matéria Últimas notícias