GP da Malásia pode ter novo horário devido a acidente de Bianchi

Organizadores estudam atrasar a prova em uma hora para evitar perigo com situação parecida à de Suzuka

Ao contrário dos organizadores do GP da Austrália, a Malásia estuda antecipar a largada de sua etapa e respeitar a recomendação da comissão que avaliou as razões do acidente de Jules Bianchi, em outubro de 2014.

[publicidade] Na última temporada, a prova malaia teve largada às 16h. Contudo, os organizadores estão considerando antecipar o início do evento em uma hora para evitar possíveis tempestades, que costumam acometer a região no final da tarde.

O acidente de Bianchi, no GP do Japão, aconteceu sob muita chuva. Após aquaplanar, o francês colidiu contra um trator que fazia a remoção de outro carro que havia escapado da pista. Bianchi está internado inconsciente há mais de três meses.

“O senhor Ecclestone mencionou isso porque depois do incidente de Suzuka a FIA tem um limite de tempo”, afirmou o chefe do circuito de Sepang, Razlan Razali, referindo-se à recomendação de iniciar a prova pelo menos quatro horas antes do entardecer. “Então estamos estudando mover a largada para o horário original, talvez neste ano. Para nós é bom. As pessoas podem vir para o almoço, assistir à corrida e ir embora por volta das 17h.”

Razali revelou ainda que, apesar das pressões, a Malásia não tem interesse em sediar um GP noturno. “É um perigo nos forçar a isso. No passado, Ecclestone estava forçando para agora acho que é a primeira vez que ele nos ouviu. No momento, não queremos. Todos os circuitos têm sua identidade, o perigo é um copiar o outro.”
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias