GP do Bahrein é marcado por salto da Caterham no fundão

Pic mostrou velocidade nos treinos para bater a Marussia e consistência na corrida, fazendo os pneus durarem

O final de semana do GP do Bahrein foi marcado pelo salto de qualidade da Caterham, que se classificou pela primeira vez no ano à frente da Marussia, com Charles Pic. A melhora coincide com um pacote de mudanças introduzido pela equipe. Saiba como foi a corrida na parte de trás do pelotão.

Daniel Ricciardo – Toro Rosso (16º): “Tive uma boa largada, melhor do que alguns dos pilotos perto de mim, e consegui passar Grosjean. Mas travei os pneus e perdi uma posição ou duas. Durante todo o dia lutamos com a velocidade. No primeiro stint não aquecia bem os pneus. Precisamos ver exatamente o que estava errado com o carro e estivemos limitados em termos de pressão aerodinâmica.”

Charles Pic - Caterham (17º): “Foi nossa melhor prova do ano e toda a equipe deve ficar contente. Passei as Marussia rapidamente e consegui parar apenas na volta 11, mesmo largando com médios. Naquele ponto, o carro estava bom e estávamos conseguindo abrir sem problemas. Estou muito feliz em ter terminado tão próximo da Toro Rosso e, se tivesse largado um pouco mais à frente, teria chegado na frente de Ricciardo.”

Giedo van der Garde - Caterham (21º): “Vi que o Vergne tinha rodado na primeira curva e estava saindo do traçado, mas não consegui evitá-lo e destruí minha asa dianteira. Isso basicamente acabou com minha corrida. Depois de perder tanto tempo, não tinha contra quem correr.”

Jules Bianchi – Marussia (19º): “Foi uma corrida muito difícil para nós hoje, assim como todo o final de semana. Esperava que melhorasse na corrida, mas foi muito difícil com os pneus. Planejava fazer três paradas, mas tive de fazer outro pit. Depois disso, foi uma questão de segurar a posição.”

Max Chilton – Marussia - (20º): “Mesmo com um final de semana difícil, há alguns sinais encorajadores na corrida. Fiz uma largada muito boa e consegui andar na frente das Caterham por um tempo. Infelizmente, sofremos com os pneus. Estou contente por ter guiado o carro no ritmo que ele permitia.”

Jean-Éric Vergne – Toro Rosso (Abandonou na volta 16): “Fui empurrado por Bottas, quando tentei passá-lo na curva 4. Dei a ele espaço e ele bateu no meu carro. Infelizmente para Van der Garde, ele estava no lugar errado na hora errada e tivemos uma batida forte, que causou muitos danos no carro, incluindo pneu furado. Depois de parar, tentei ver como o carro estava. A equipe viu que o dano estava fazendo o carro superaquecer em um nível que não era seguro. Tivemos de abandonar.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Bahrein
Pilotos Giedo van der Garde , Daniel Ricciardo , Max Chilton , Charles Pic , Jules Bianchi
Tipo de artigo Últimas notícias