GP do Brasil de F1 tem lista extensa de casos de polícia

Incidente envolvendo membros da Mercedes não é o primeiro problema relacionado a violência nas proximidades de Interlagos; relembre

Funcionários da Mercedes relataram que sofreram um assalto nas proximidades do circuito de Interlagos na noite de sexta-feira, logo após os primeiros treinos livres para o GP do Brasil.

Funcionários da Mercedes relataram que sofreram um assalto nas proximidades do circuito de Interlagos na noite de sexta-feira, logo após os primeiros treinos livres para o GP do Brasil.
1/10

Photo by: Mark Sutton

Uma van da Mercedes foi abordada por assaltantes armados, o que resultou no roubo de pertences pessoais de membros da equipe. Ninguém se feriu.

Uma van da Mercedes foi abordada por assaltantes armados, o que resultou no roubo de pertences pessoais de membros da equipe. Ninguém se feriu.
2/10

Um outro veículo, este da FIA, também chegou a ser abordado por bandidos. Contudo, tratava-se de um carro blindado, de modo que não houve nenhum incidente.

Um outro veículo, este da FIA, também chegou a ser abordado por bandidos. Contudo, tratava-se de um carro blindado, de modo que não houve nenhum incidente.
3/10

A mesma coisa aconteceu em um outro carro, este ocupado por membros da equipe Williams.

A mesma coisa aconteceu em um outro carro, este ocupado por membros da equipe Williams.
4/10

Lewis Hamilton se mostrou irritado: “Isso acontece todo ano aqui. A F1 e as equipes precisam fazer mais. Não há desculpas”, disse.

Lewis Hamilton se mostrou irritado: “Isso acontece todo ano aqui. A F1 e as equipes precisam fazer mais. Não há desculpas”, disse.
5/10

Em 2010, Jenson Button, então parceiro de Hamilton na McLaren, teve seu carro abordado por assaltantes armados na saída do autódromo. Seu veículo era blindado, de modo que não foram registrados perdas nem feridos.

Em 2010, Jenson Button, então parceiro de Hamilton na McLaren, teve seu carro abordado por assaltantes armados na saída do autódromo. Seu veículo era blindado, de modo que não foram registrados perdas nem feridos.
6/10

No mesmo ano, funcionários da Sauber não tiveram a mesma sorte. Três engenheiros foram abordados por cinco assaltantes na saída do circuito e tiveram suas mochilas roubadas.

No mesmo ano, funcionários da Sauber não tiveram a mesma sorte. Três engenheiros foram abordados por cinco assaltantes na saída do circuito e tiveram suas mochilas roubadas.
7/10

Em 2006, funcionários da Toyota saíram ilesos de uma tentativa de assalto a mão armada logo após os primeiros treinos de sexta-feira.

Em 2006, funcionários da Toyota saíram ilesos de uma tentativa de assalto a mão armada logo após os primeiros treinos de sexta-feira.
8/10

Photo by: Toyota Racing

Na ocasião, tiros foram disparados enquanto um assaltante tentava quebrar as janelas – como se tratava de um vidro escuro, não era possível saber quem estava dentro. No entanto, ninguém se feriu.

Na ocasião, tiros foram disparados enquanto um assaltante tentava quebrar as janelas – como se tratava de um vidro escuro, não era possível saber quem estava dentro. No entanto, ninguém se feriu.
9/10

Photo by: LAT Images

Em 2011, o problema envolveu membros da imprensa. Vários jornalistas foram vítimas de um arrastão na saída do autódromo, com participação de 15 assaltantes armados. Na ocasião, pertences pessoais acabaram sendo roubados.

Em 2011, o problema envolveu membros da imprensa. Vários jornalistas foram vítimas de um arrastão na saída do autódromo, com participação de 15 assaltantes armados. Na ocasião, pertences pessoais acabaram sendo roubados.
10/10

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Brasil
Pista Interlagos
Tipo de artigo Conteúdo especial