GP do Canadá terá apenas uma zona de ativação da asa móvel

Depois das ultrapassagens ficarem fáceis demais ano passado, FIA decidiu que DRS será usado apenas em uma das retas

A FIA determinou que o GP do Canadá terá apenas uma zona de ativação na asa traseira móvel, neste ano. Os pilotos poderão utilizar a DRS na reta antes da frada da curva 13, a última chicane do traçado.

Em 2011, foram determinadas duas zonas em sequência, a primeira no mesmo local deste ano e a segunda na reta dos boxes. Porém, as manobras foram consideraras fáceis demais.

Outra mudança para este ano é o encurtamento da zona em 50m. Agora, os pilotos poderão utilizar o dispositivo por 600m na reta.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Canadá
Tipo de artigo Últimas notícias