GP dos Estados Unidos envolto em mais uma briga judicial

compartilhar
comentários
GP dos Estados Unidos envolto em mais uma briga judicial
Por: Julianne Cerasoli
1 de ago de 2012 08:58

Brigas entre empresas que constroem circuito em Austin marcaram todo o processo da volta do país ao calendário

Depois de enfrentar diversos problemas com as empreiteiras responsáveis, disputas com ambientalistas e falta de dinheiro, o circuito de Austin, no Texas, que sediará o primeiro GP de F-1 nos Estados Unidos desde 2007, agora passa por uma disputa judicial.

O circuito tem a aprovação informal de Charlie Whiting e receberá a verificação oficial nas próximas semanas.

Porém, de acordo com o Austin Business Journal, uma ação movida por Hillary Ryan, chefe da Thunderhill Ranch Holdings, acusa Kam Kronenberg e a Accelerator Holdings LLC, atualmente responsável pelo projeto, de “fraude, conspiração civil e interferência ilícita”. Ryan queria comprar 78 acres na região em junho de 2010, depois que o projeto do circuito foi anunciado, mas antes que o local do traçado fosse definido.

Na época, Kronenberg era o responsável por avaliar e implementar oportunidades de investimento para Ryan e aparentemente o desencorajou de comprar terras naquela área, mesmo que “soubesse que o circuito seria construído e valorizaria a área”. Isso causou uma perda estimada de 20 milhões de dólares para Ryan.

A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa da Thunderhill. Porém, a nova briga não deve atrapalhar a estreia de Austin no calendário, dia 18 de novembro, na penúltima etapa do Mundial 2012.

Próxima Fórmula 1 matéria
Horner acredita que Kimi será fator decisivo no campeonato

Previous article

Horner acredita que Kimi será fator decisivo no campeonato

Next article

Mercedes busca andar bem em todos os tipos de pista, diz Brawn

Mercedes busca andar bem em todos os tipos de pista, diz Brawn
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP dos EUA
Autor Julianne Cerasoli
Tipo de matéria Últimas notícias