Grid girl critica F1 por ameaça de proibição de atividade

Escocesa nega que trabalho seja sexista e fala sobre função: “nosso trabalho é fazer com que as pessoas se sintam parte da equipe”

Tema rodeado de muita polêmica atualmente, a proibição das grid girls no paddock da Fórmula 1 pode de fato ocorrer segundo os novos chefes do campeonato, a Liberty Media. A justificativa é de que grid girls poderiam depreciar a imagem do esporte devido ao sexismo.

No entanto, a grid girl escocesa Carolyn Mooney, de 41 anos, quer que os chefes desistam de banir as modelos, alegando que há muito mais no trabalho do que simplesmente aparecer bem.

Além de fazer trabalhos promocionais para equipes de F1, incluindo a Red Bull, Carolyn foi grid girl na MotoGP, A1GP e corridas Superbike. Ela é contratada pela Agência Elpromotions.

"O trabalho é interagir com os fãs”, disse ao site Daily Record.

"Uma grid girl não está apenas lá para ficar linda e estar nas fotos. As boas podem falar sobre corridas e conversar com crianças mais jovens perguntando o que amam sobre esporte a motor e o que amam nas corridas. Nosso trabalho é fazer com que as pessoas se sintam parte da equipe.”

"Muitos times querem que suas grid girls tenham muitos seguidores em redes sociais antes de serem convidadas a participar, de modo que essa seja outra interação.”

"Eu tenho um diploma em marketing e há meninas com as quais trabalho que também têm uma profissão legal. Esta não é nossa carreira principal, é apenas uma linha lateral divertida.”

"Apenas aumentamos o entretenimento do dia. Mas nada é mais importante do que a corrida."

Carolyn - cujo trabalho principal é como coordenadora de eventos - acrescentou: "eu caí nisso nos meus 20 anos. Meu irmão era um fã da F1, mas eu não gostava tanto.”

"Mas, ao trabalhar nesta indústria, descobri meu amor pelo esporte."

Carolyn acredita que as grid girls ainda tenham futuro. Ela disse: "se houvesse mais mulheres pilotos, haveria mais grid boys e provavelmente não estaríamos tendo esse debate”.

"Há mais engenheiras e mecânicas no esporte a motor, mas é preciso que haja mais pilotos.”

"Você pode ver as mudanças. Estamos nos afastando das roupas de lycra e estamos usando vestidos feitos sob medida. Algumas das grid girls usam roupas das equipes.”

"Nos últimos dois anos eles tiveram grid boys com a gente, e os fãs aceitaram tudo normalmente."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias