Grosjean: "Bati Hamilton e poderia ter batido Alonso"

Francês revela ao TotalRace que boa corrida em palco de estreia apagada na F-1 dá confiança para resto do ano

No mesmo palco em que estreou de forma apagada na F-1, há três anos, Romain Grosjean acredita que poderia ter vencido sua primeira prova na categoria. A bordo de uma Lotus forte por todo o final de semana, o francês era segundo quando uma falha no motor Renault acabou com suas chances. Sua performance, no entanto, lhe deu confiança para o restante desta que é sua primeira temporada completa.

“Foi meu primeiro GP na F-1 e poderia ter sido minha primeira vitória”, afirmou em entrevista ao TotalRace. “Mas a história não é escrita por antecipação. Foi bom lutar com Fernando, estou muito contente com sua vitória. Gostaria de estar em seu lugar e acho que tínhamos tudo em nossas mãos para consegui-lo, mas acontece. Bati Hamilton e poderia ter batido Alonso, então é bom para o campeonato e para o futuro.”

Mesmo com o abandono, que lhe tirou pelo menos um pódio certo, Grosjean apareceu sorridente na coletiva de imprensa após a prova. “Há vários pontos positivos que podemos levar para a próxima corrida. Prefiro ver o lado positivo e o fato de que abandonei acontece, vamos trabalhar para que isso não aconteça novamente.”

“Foi uma corrida fantástica até que tivemos o problema. Foi uma boa largada e um bom primeiro stint, lutando com Hamilton e depois Alonso. Foi uma ótima corrida. Tivemos perto de ganhá-la, muito perto, mas daí o motor ou outra coisa no carro decidiu o contrário.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Europa
Pilotos Romain Grosjean
Tipo de artigo Últimas notícias