Grosjean comemora desempenho: "Nosso alvo era estar entre terceiro e quinto"

Francês exalta treino do companheiro Kovalainen: "Fiquei muito feliz quando ele conseguiu ir do Q2 para o Q3"

O melhor do resto neste sábado em Austin foi o francês Romain Grosjean. O piloto da Lotus cravou o terceiro tempo no treino classificatório com algum destaque ante ao resto dos pilotos, e espera desafiar a Red Bull começando da largada. O campeão da GP2 em 2011 relatou a dificuldade de entender o clima, mas se animou com seu resultado.

“Foi muito difícil entender o tempo. De manhã estava mais frio, agora esquentou um pouco e os pneus se comportam de forma diferente”, falou ao TotalRace. “Mas nos treinos, quando víamos a tabela de tempos, sabíamos que não estávamos mal. Nosso alvo era estar entre terceiro e quinto na classificação, e aqui estamos”, revelou.

“É o que queremos [desafiar a Red Bull], mas temos de ver o que é possível fazer. É, vamos tentar. É uma primeira curva estranha, mas acho que podemos tirar vantagem. Na verdade, é uma pista difícil de acertar o carro pelo primeiro e último setores, mas acho que temos um bom carro para amanhã.”

O francês gostou da performance de Heikki Kovalainen. Substituindo Kimi Räikkönen, o finlandês chegou ao Q3 e foi oitavo. “Acho que foi uma boa escolha do time. Colocamos os carros no Top 8. Foi um grande trabalho, principalmente quando vimos uma McLaren e uma Mercedes fora no Q2. Realmente os finlandeses vêm de outro mundo. Fiquei muito feliz quando ele conseguiu ir do Q2 para o Q3, e ver que ele ficou em oitavo é ótimo para nós.

Kovalainen revelou ao TotalRace que não sabia bem o que esperar de si, mas deu seu máximo. “Eu não sei se me surpreendi. Não sabia bem o que esperar quando cheguei aqui, mas ontem tivemos um dia muito bom”, falou.

“Me adaptei rápido ao carro e fizemos o programa como havíamos previsto. Hoje foi um pouco mais difícil, com a temperatura mais amena nós temos um pouco mais de dificuldade. Mas mesmo assim chegamos ao Q3 e acho que no geral podemos ficar bem satisfeitos.”

Sem um alvo específico, Heikki disse que tem tido bom fim de semana, mas prefere aguardar o ritmo de corrida. “Não tive muita pressão, para ser sincero. Dei 100% e conseguimos. Espero que amanhã seja melhor. Não me deram alvos específicos, mas vamos tentar marcar tantos pontos quantos possíveis. Mas prefiro não fazer previsões, porque ontem foi melhor e hoje foi difícil. Temos de continuar focados e maximizar nosso potencial.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP dos EUA
Pilotos Heikki Kovalainen , Romain Grosjean
Tipo de artigo Últimas notícias