Grosjean diz que gostaria de voltar para a Renault um dia

Piloto estreou na Fórmula 1 pela equipe que voltará ao grid da Fórmula 1 como sucessora da Lotus

Com contrato com a Haas a partir de 2016, o francês Romain Grosjean disse que gostaria de voltar a trabalhar na Renault um dia. O piloto estreou na Fórmula 1 pela equipe em 2009 e permaneceu trabalhando na fábrica em Enstone nos anos seguintes pela Lotus, vendida neste ano novamente para a Renault.

"Enstone é um grande capítulo da minha vida", disse Grosjean ao site da revista Autosport. "As pessoas lá são minhas amigas, minha família, e eu conheço todos os cantos da fábrica. Foi difícil deixar, mas nós não ficaremos muito longe no paddock", disse.

“E quem sabe? Talvez daqui a três ou quatro anos, eles produzam um carro para vencer o Mundial e me liguem dizendo que vamos vencer juntos. Isso seria o ideal. Como um francês, isso seria grande”, completou.

A Renault voltará à Fórmula 1 como equipe na temporada de 2016. A empresa promete investimento para, em até três anos, voltar a brigar pelo topo, como nos meados dos anos 2000 quando foi bicampeã com o espanhol Fernando Alonso.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Romain Grosjean
Tipo de artigo Últimas notícias
Tags romain grosjean