Grosjean diz que progresso da Lotus é prejudicado pela incerteza do futuro da equipe

Francês afirma que as melhorias no chassi não estão sendo realizadas por conta da indefinição de quem vai tomar conta do time no futuro

Romain Grosjean declarou hoje na Hungria que a indefinição do futuro da Lotus tem atrapalhado o desenvolvimento do chassi da equipe: "O desenvolvimento não está sendo como queríamos. Não é por causa das pessoas ou dos cérebros da fábrica, já que temos ideias aos montes. O CFD, escritório de design e o túnel de vento trabalham muito bem juntos, mas nesse momento eles não podem trazer esse bom trabalho para a pista", declarou.

"Por outro lado, entendo que colocar dinheiro nesse momento significa perda. Portanto, estamos numa situação de espera. Vamos ver o que acontece e vamos seguir em frente."

"É frustrante para todos. A situação não é a ideal agora, estamos no meio de um jogo."

O fornecimento de pneus é um sinal revelador

A incerteza financeira em torno da equipe foi destacada nesta manhã, quando a Pirelli se recusou a liberar os pneus para a Lotus até que o dinheiro fosse transferido, o que aconteceu apenas 50 minutos antes do início da primeira sessão.

"Não foi um começo ideal para o dia", concluiu Grosjean.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Hungria
Pista Hungaroring
Pilotos Romain Grosjean
Equipes Lotus F1
Tipo de artigo Últimas notícias