Grosjean fala em cuidado redobrado em Mônaco este ano

Falta de aderência devido às novas regras pode complicar GP de domingo: "Precisamos ter cautela com o pé direito"

Depois de conquistar os primeiros pontos da Lotus no ano, no GP da Espanha, Romain Grosjean quer repetir o feito no próximo domingo, em Mônaco. O francês, no entanto, sabe que precisa ter cuidado redobrado na pista de Monte Carlo, até porque os carros em 2014 têm menos aderência do que nos últimos anos.

“Em Mônaco, o piloto deve manter sempre a calma em uma pista que não permite erros. Este ano haverá menos aderência do que no passado, por isso teremos mais cuidado com o pé direito”, disse ao site da F1. “Já fui muito rápido em Mônaco no passado, mas também já bati no muro”, recordou o piloto.

[publicidade] Apesar de considerar que a pista do principado não favorece o E22, Grosjean confia em um bom resultado lá. Primeiro porque o time tem evoluído bastante e segundo pelo trabalho nos treinos da semana passada. “A ênfase em Mônaco está nas curvas de baixa velocidade, o que não é a nossa maior força. Mas a equipe trabalhou durante os testes de Barcelona sempre com Mônaco em mente, portanto daremos o melhor em relação ao acerto. Além disso, o motor é menos importante em Mônaco do que na maioria das pistas, o que é bom para nós”, acrescentou o francês.

E, se a Lotus trabalhou nos testes de Barcelona pensando em Mônaco, melhor para Pastor Maldonado, que terminou a semana na liderança. “O carro deu um grande passo para frente em relação ao lugar onde estávamos, o que motiva a todos em Enstone e dá mais confiança aos pilotos. Espero que possamos começar a obter, na pista, os resultados que tanto merecemos”, disse o venezuelano, que ainda não marcou pontos em 2014 e vem de uma sequência de acidentes na últimas provas.
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias