Grosjean: GP da Alemanha foi fundamental para garantir vaga

compartilhar
comentários
Grosjean: GP da Alemanha foi fundamental para garantir vaga
Por: Scott Mitchell
3 de out de 2018 15:01

Romain Grosjean considera que o GP da Alemanha foi um ponto crucial para dar a volta por cima e garantir sua vaga na F1 pela Haas no ano que vem.

Na semana passada, o time americano anunciou que permanecerá com Kevin Magnussen e Romain Grosjean pelo terceiro ano seguido em 2019.

Grosjean está com o time desde sua estreia, em 2016, mas seu posto estava sob ameaça após uma série de erros no começo do ano, o que incluiu ocasiões mais graves nos GPs do Azerbaijão e Espanha.

Questionado se poderia apontar um momento exato para sua volta por cima, Grosjean disse: “Alemanha. Ali foi o momento, e eu soube, descobri quais eram os problemas de antes e trabalhei para resolvê-los.”

“Eu sabia que, da Alemanha em diante, eu estaria de volta à velha forma.”

Grosjean perdeu a oportunidade de terminar entre os primeiros na abertura da temporada, na Austrália, quando a Haas errou em seus pitstops e ambos os carros abandonaram.

Ali iniciou-se um jejum de pontos que durou por outo corridas e que foi encerrado de forma enfática na Áustria, onde Grosjean fechou em quarto para anotar o melhor resultado da Haas na F1.

“As coisas tinha de dar a volta por cima em algum momento”, disse. “A temporada parecia pior do que era por conta, às vezes, de má sorte.”

“No Bahrein eu estava nos pontos e perdi metade do carro [com uma quebra em sua carenagem]. Aí no Canadá eu acho que marcaria pontos, mas não consegui participar da classificação.”

“Em Silverstone foi o momento em que pensei ‘OK, preciso entender as coisas e garantir que irão dar certo”. Aí vieram Alemanha e Hungria e vi que estava de volta.”

Grosjean disse que mudou “alguns problemas pessoais da vida profissional para a pessoal”, que se tornaram “algo grande” quando combinados.

Ele destacou sua equipe por lhe dar a oportunidade de lidar com os problemas antes de tomar uma decisão.

“Eles sabem do que eu já fiz para a equipe e acho que eles foram pacientes, e isso é ótimo”, disse.

“Eles são competidores e entendem de corridas. Não havia motivos para que eu não fosse o mesmo de antes.”

“Há muitos pilotos querendo guiar de graça, sem salário, então não é fácil manter sua vaga. Mas experiência é algo que não se pode comprar, e acho que para uma equipe como a Haas, que ainda está se desenvolvendo e crescendo, um piloto experiente é muito importante.”

Próxima Fórmula 1 matéria
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Romain Grosjean Shop Now
Autor Scott Mitchell
Tipo de matéria Últimas notícias