Grosjean: mudança no regulamento não vai deixar F1 “sexy”

Piloto cita que carros de 2017 deverão ser parecidos com os atuais e ressalta que novo formato não mudará dinâmica da classificação

Após a Fórmula 1 ter acordado em mudar o regulamento para o próximo ano, Romain Grosjean declarou que não tem muitas esperanças de que os novos carros, 20 kgs mais pesados, sejam mais bonitos.

Pelo contrário. Ele pede que os pilotos sejam mais ouvidos nesta circunstâncias.

"Já vi as regras para 2017, e, pelas fotos, os carros devem ser semelhantes", disse Grosjean em entrevista exclusiva ao Motorsport.com.

"Eu estou tendo dificuldade para enxergá-los mais 'sexies', especialmente com as asas traseiras e as asas dianteiras 20 kg mais pesadas. É difícil. Eu gostaria que nós fossemos consultados mais. Geralmente, todos os pilotos dizem isso, 'nós gostaríamos de ser mais consultados, temos ideias, nos chamem’."

“Sempre somos ouvidos, mas sempre precisamos fazer força para avançar. Eu sei que na Comissão de Circuitos tivemos um porta-voz piloto. Eu fui essa pessoa por um tempo e as pessoas realmente nos ouviam lá. Eles ficavam interessados ​​em nossos comentários sobre freios, segurança e todas essas coisas.”

"Mas é verdade que hoje em dia, quando as decisões importantes são tomadas, gostaríamos de dizer o que pensamos."

Sistema de classificação "não vai mudar muito"

Grosjean também disse que acha que as alterações na classificação deste ano não terão muito impacto no resultado final, exceto em dias de condições mistas.

"A única consequência é que todas as equipes irão para a pista no início da classificação para fazer um tempo de volta e depois voltar para os boxes para esperar. Isso porque não temos mais pneus do que antes. Por isso, não vamos andar mais do que antes", disse o piloto da Haas.

"Os pneus podem fazer uma volta só, e nós sabemos disso. Com a pista secando ou em condições difíceis, isso pode trazer surpresas.”

"Se a ideia é fazer os carros andarem mais, vamos precisar de mais pneus na classificação. Você precisa fazer um tempo de volta nos primeiros cinco minutos, e o pior tempo é eliminado a cada 90 segundos.“

"Exceto se você usar um novo pneu para outra saída no final, mas o que isso significaria para o Q2?"

Entrevista por Basile Davoine and Benjamin Vinel

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Romain Grosjean
Tipo de artigo Entrevista