Grupo de estratégia enfrenta teste de credibilidade amanhã

O grupo de estratégia da Fórmula 1 terá uma reunião nesta quarta-feira em que se tenta chegar a um acordo sobre as regras para a temporada de 2017, reconhece Christian Horner

Representantes das seis principais equipes da F1, Bernie Ecclestone e Jean Todt, presidente da FIA, devem se reunir em Londres nesta quarta-feira para discutir o novo pacote de regras para a Formula 1, a partir de 2017. O intuito é deixar o esporte mais emocionante e os carros mais rápidos.

Christian Horner, chefe da Red Bull, reconhece que será um encontro vital: "Temos que fazer progressos amanhã", disse Horner em evento da Red Bull, em Milton Keynes. "É uma reunião importante para a credibilidade do grupo."

"O propósito deste grupo é discutir e decidir uma estratégia que vai direcionar o esporte. Não é para fazer ou escrever regulamentos, é para nos acertarmos em que direção o esporte pode ir. Temos que trazer de volta o propósito da formação deste grupo e nos certificarmos que estamos indo todos ao mesmo lugar."

Consultoria independente

Horner sugeriu recentemente que o grupo de estratégia seria inepto e que Ross Brawn fosse nomeado como um consultor para as novas regras da Fórmula 1.

"Acredito que o melhor seria termos uma consultoria independente, alguém que conheça o negócio e compreenda as peculiaridades e os caprichos dos regulamentos técnicos e esportivos. Assim, podemos chegar a um conjunto de regras que se encaixem no propósito do que os detentores dos direitos comerciais querem", disse.

F1 num momento-chave

Com a Fórmula 1 enfrentando uma enxurrada de críticas nas últimas semanas, Horner está ciente da necessidade de serem tomadas medidas para que as pessoas consigam enxergar um futuro melhor para a categoria.

"Acho que a F1 está numa fase crítica", disse ele. "Acho que ainda é um produto fantástico, ainda tem uma base enorme de fãs e muitos recursos. Só acho que não estamos proporcionando um grande espetáculo neste momento. Acho que os carros são fáceis demais de se dirigir e eles não são espetaculares o suficientes. Basta ir ao Goodwood Festival para testemunhar de onde viemos e como estamos agora."

"O que queremos que a Fórmula 1 seja? Algo mais técnico ou que seja entretenimento? Acredito que dê para encaixar ambos os elementos", concluiu.

 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Equipes Red Bull Racing
Tipo de artigo Últimas notícias
Tags strategy group