Grupo Lotus confirma que está comprometido com a Fórmula 1

Fabricante mantém contatos com a categoria e nega que deixará a Lotus F1 sem o devido auxílio

Lotus F1 Team

Apesar do rompimento com a Lotus F1, o Grupo Lotus confirmou em nota que estará comprometido com a categoria até 2017. A equipe de Kimi Raikkonen e Romain Grosjean continuará usando o mesmo nome até o fim do contrato.

"A Lotus F1 e o Grupo Lotus reformularam seus acordos comerciais no início deste ano. O novo acordo governamental significa a continuidade do compromisso do Grupo Lotus com o time e com o esporte” - comunicou a Lotus.

"O Grupo Lotus, marca e direitos comerciais e atividades subsequentes permanecem não afetadas pelo novo acordo até 2017. Juntamente com a continuidade da marca e o status de título de parceria, o Grupo Lotus também tem direitos exclusivos de licença para todas as marcas da equipe Lotus F1" - complementou.

O Grupo Lotus enfraqueceu sua relação com a Lotus F1 após a Genni Capital, empresa que controla a equipe, não mostrar o devido interesse no esporte, além de sofrer com problemas financeiros.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias