Haas agora quer marcar pontos em todas as corridas

Depois de resultados positivos nas duas primeiras etapas com Romain Grosjean, equipe novata reposiciona seus objetivos no campeonato

A Haas foi a equipe mais surpreendente das duas etapas da F1 disputadas até agora. Romain Grosjean chegou em sexto em Melbourne e conseguiu um quinto lugar no Bahrein. 

O chefe da equipe, Gunther Steiner, ficou encantado com o desempenho da equipe, que ocupa o quinto lugar no mundial de construtores, dizendo que poderá vir mais durante a temporada, mas acha que permanecer entre os cinco melhores será uma tarefa árdua.

"Acho que a quinta posição é pedir demais", explicou. "Queremos agora tentar conseguir o máximo de pontos possível em todas as corridas. Este é o objetivo. Se vamos conseguir, eu não sei."

"Conhecemos o carro suficientemente bem agora e então acredito que podemos fazer mais pontos."

"Sempre tivemos um carro terminando, por isso, se você tiver os dois, então as chances dobram. Claro que queremos conseguir pontos toda hora, mas tentar ser sempre quinto é um pouco ganancioso e não quero ser assim."

Ritmo surpreendente

Embora Grosjean tivesse se classificado em nono, o que lhe permitiu começar com pneus supermacios, Steiner não esperava ir tão bem.

"Nós não imaginávamos o quinto lugar", explicou. "Depois da classificação, esperávamos fazer pontos. Você nunca pode esperar nada em corridas, na minha opinião.

"Você tenta fazer o seu melhor para ganhar pontos. De manhã eu acordo sem expectativas e então você tentar fazer as coisas acontecerem. Essa é a nossa filosofia."

"Então, nos treinos da sexta-feira ou sábado, sentimos que poderíamos fazer pontos e esse é o nosso objetivo."

"Às vezes a sensação não será essa e faremos o melhor para levarmos os carros até o fim. Não temos nenhuma expectativa agora de estar sempre em quinto."

Terminar com os dois carros

Apesar da alegria com o resultado de Grosjean, Steiner disse que a equipe continua frustrada com seu companheiro de equipe, Esteban Gutierrez por não ter terminado uma corrida ainda.

"É a segunda corrida que ele não termina", acrescentou Steiner. "Temos que investigar o que é. Tivemos um problema na parte frontal esquerda."

"Pensamos que seja algo com os freios, mas não sabemos exatamente. Nosso objetivo deve ter os dois carros até o fim. E isso deve acontecer na China."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Bahrein
Pista Bahrain International Circuit
Pilotos Romain Grosjean , Esteban Gutierrez
Equipes Haas F1 Team
Tipo de artigo Últimas notícias