Haas: inconsistência dos comissários está ficando pior

Gunther Steiner não consegue entender os critérios dos comissários de prova após punição aplicada a Grosjean no GP do Brasil

O chefe da equipe Haas, Gunther Steiner, criticou os comissários da F1 pela falta de consistência após a punição dada a Romain Grosjean no GP do Brasil.

Grosjean perdeu o controle de seu carro na entrada da Curva do Laranjinha e atingiu Esteban Ocon, o que provocou o primeiro abandono do piloto da Force India na F1.

Os comissários consideraram Grosjean culpado e aplicaram uma punição de 10s, além de dois pontos em sua licença.

Grosjean pediu desculpas pelo ocorrido, mas afirmou que estava tendo dificuldades para entender por que havia recebido a punição.

Steiner questionou a severidade da punição, já que Lance Stroll recebeu apenas um ponto e três posições no grid depois de atrapalhar Grosjean na classificação do GP do México.

“Eu compartilho da surpresa no veredito. Isso não influenciou nosso resultado. Já estávamos acabados naquele momento. Encaramos como se fosse uma sessão de testes, nada além disso”, disse Steiner.

“Ele recebeu dois pontos por um acidente de corrida, na minha opinião. Aí você vê Stroll recebendo apenas um ponto quando havia uma diferença de velocidade de 140 km/h e era bem perigoso.”

“Estou tendo dificuldades com a consistência. Isso não melhora. Quando mais eu menciono, mais piora.”

Steiner conversou com o diretor de provas da F1, Charlie Whiting, imediatamente após a prova no México para entender por que Grosjean havia sido penalizado por cortar uma curva e Fernando Alonso não recebeu punição quando ambos colidiram.  

Naquele momento, Steiner disse que eles tiveram uma “conversa construtiva”, mas, quando questionado se havia tido algum progresso desde então, disse: “Não, até onde sei.”

“Hoje não vimos nenhum progresso. É difícil, muito difícil.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Brasil
Pista Interlagos
Equipes Haas F1 Team
Tipo de artigo Últimas notícias