Haas promete desenvolver carro de 2018 por mais tempo

Com projeto bem nascido, time norte-americano quer utilizar todo o potencial do novo VF-18

A Haas disse que irá desenvolver seu carro deste ano por mais tempo do que desenvolveu seu carro de 2017. O time acabou por parar o desenvolvimento do carro antecessor por conta da falta de recursos.

O chefe da equipe, Gunther Steiner, disse que a estabilidade de regras e um carro com uma base melhor significará para o time desenvolver por mais tempo o modelo deste ano.

"Planejamos desenvolver este carro por mais tempo", disse.

"Os regulamentos para o próximo ano não mudam. Eu sei que do ano passado para este ano eles mudaram muito pouco, mas acho que precisávamos fazer algumas grandes mudanças com o novo carro.”

"Este ano nós fizemos evoluções, e o que fizermos além disso ainda nesta temporada, vamos apresentar no carro do próximo ano. Vamos fazer isso em uma escala de tempo normal, como as outras equipes."

Uma das principais fraquezas da Haas desde que chegou à F1 em 2016 foi a sua inconsistência ao longo da temporada. Steiner disse que a Haas quer melhorar nessa temporada e espera que a crescente experiência da equipe ajude.

"Não amadurecemos tanto quanto queríamos de 2016 para 2017", disse ele. "Foram anos de altos e baixos e nós realmente não sabemos o porquê”.

“Chegamos na direção certa, mas precisávamos de tempo para corrigir algumas coisas e consertar alguns processos. Eu diria que nos levará um pouco mais de tempo, mas estou confiante de que neste ano vamos melhorar."

Piloto da equipe, Kevin Magnussen disse que uma das coisas que o time precisa melhorar é trazer atualizações mais rápido e mais cedo. Seu companheiro de equipe, Romain Grosjean, pediu à Haas atenção na “corrida pelo desenvolvimento".

Magnussen e Grosjean abandonaram depois de andarem em quarto e quinto lugares no GP da Austrália, depois de erros idênticos em pitstops, mas Grosjean acredita que o bom início condiz com a realidade do time.

"Eu sei que sempre fomos competitivos em Melbourne", disse ele. “Mas neste ano, sabendo a linha de base que temos, a filosofia é que queremos ficar lá em cima”.

“Estar em tal situação no início da temporada dá esperança de que você possa - e acredito que tentaremos - manter o desenvolvimento e ficar onde estamos. Porque terminar em quarto lugar nos construtores seria uma grande festa.”

"Mesmo se você terminar em quinto, é uma loucura para um time em seu terceiro ano na Fórmula 1."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias