Haas rasga elogios a atuação de Magnussen no México

compartilhar
comentários
Haas rasga elogios a atuação de Magnussen no México
Por: Lawrence Barretto
Co-autor: Adam Cooper
Traduzido por: Gabriel Lima
31 de out de 2017 19:35

Chefe da equipe dá nota dez a oitavo lugar do dinamarquês no GP mexicano do último domingo

Kevin Magnussen, Haas F1 Team
Kevin Magnussen, Haas F1 Team
Kevin Magnussen, Haas F1 Team VF-17
Kevin Magnussen, Haas F1 Team VF-17 and Nico Hulkenberg, Renault Sport F1 Team RS17 battle
Kevin Magnussen, Haas F1 Team
Kevin Magnussen, Haas F1 Team VF-17
Kevin Magnussen, Haas F1 Team VF-17
Kevin Magnussen, Haas F1 Team VF-17, is returned to the garage
Kevin Magnussen, Haas F1 Team VF-17

Em oitavo na corrida após sofrer com a falta de performance da Haas durante o final de semana todo, Kevin Magnussen encontrou bom ritmo de prova neste último domingo no México. Ele terminou o GP logo à frente do tetracampeão Lewis Hamilton e Fernando Alonso.

Perguntado sobre que nota daria a Magnussen pela corrida, o chefe da equipe, Gunther Steiner, disse: "Dez de dez. Ele não poderia fazer mais com o nosso carro. Ele manteve Hamilton e Alonso atrás. Este é o destaque, mas ele não errou durante a corrida toda”.

"Nós não tivemos sorte nisso, nós ganhamos este resultado. Estávamos no lugar certo no momento certo, obviamente. Mas a oportunidade foi dada e ele teve velocidade, seus tempos eram muito bons. Foi uma atuação fantástica."

Steiner disse que o comprometimento de Magnussen na corrida mostrou por que é importante nunca desistir na F1, mesmo quando parece que toda a esperança está perdida.

"Ninguém desistiu e vimos isso hoje", disse ele. "Se você largar em uma corrida de F1 como um homem espancado, você nunca marcará pontos.”

"Eu acho que tivemos uma oportunidade e a aproveitamos. Ele fez um trabalho fantástico. Você não pode fazer muito melhor do que isso.”

"O carro foi um pouco melhor na corrida do que na qualificação - obviamente, porque fomos os últimos na qualificação."

Pontos inesperados

Magnussen disse que o seu oitavo lugar foi uma surpresa depois da péssima classificação.

"Você pode esperar tudo o que quiser, mas ninguém esperaria isso", disse o dinamarquês ao Motorsport.com. "Nós não tivemos o ritmo e nos qualificamos em último.”

"Eu tive um início decente, uma boa primeira volta e um bom ritmo em comparação com a classificação. Eu estive nesta posição toda a corrida, e sabia que uma Ferrari e uma Mercedes estariam atrás de mim.”

"Um dia como hoje mostra do que a equipe é feita, mostrando que ninguém desistiu depois de ontem – o que foi difícil para todos. Foi um brilhante esforço em equipe."

Perguntado sobre como foi manter Hamilton atrás, ele disse: "Não me importava quem era, eu estava feliz em estar nos pontos".

Próxima Fórmula 1 matéria
VÍDEO: Como poderá ser o novo carro da McLaren-Renault

Previous article

VÍDEO: Como poderá ser o novo carro da McLaren-Renault

Next article

Force India: Safety Car virtual nos custou o pódio no México

Force India: Safety Car virtual nos custou o pódio no México

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP do México
Localização Autodromo Hermanos Rodriguez
Pilotos Kevin Magnussen
Equipes Haas F1 Team
Autor Lawrence Barretto
Tipo de matéria Últimas notícias