Haas tem que parar de jogar pontos fora, diz chefe

compartilhar
comentários
Haas tem que parar de jogar pontos fora, diz chefe
Jamie Klein
Por: Jamie Klein
Co-autor: Edd Straw
11 de jul de 2018 15:20

Gunther Steiner disse que equipe deve parar de jogar fora os pontos depois que Romain Grosjean bateu em Kevin Magnussen na primeira volta em Silverstone

Kevin Magnussen, Haas F1 Team VF-18
Kevin Magnussen, Haas F1 Team
Kevin Magnussen, Haas F1 Team VF-18
Romain Grosjean, Haas F1 Team VF-18, makes a pit stop
Kevin Magnussen, Haas F1 Team VF-18, leads Romain Grosjean, Haas F1 Team VF-18 and Charles Leclerc, Sauber C37, a the start, as behind Sergio Perez, Force India VJM11, locks-up behind Nico Hulkenberg, Renault Sport F1 Team R.S. 18
Kevin Magnussen, Haas F1 Team VF-18
Kevin Magnussen, Haas F1 Team VF-18
Max Verstappen, Red Bull Racing RB14, leads Romain Grosjean, Haas F1 Team VF-18
Kevin Magnussen, Haas F1 Team VF-18
Kevin Magnussen, Haas F1 Team VF-18

Os dois pilotos da Haas se tocaram no início do GP da Grã-Bretanha, quando Romain Grosjean fez contato com Kevin Magnussen na curva Abbey, deixando ambos atrás do pelotão e o francês com danos no assoalho que comprometeu o resto de sua corrida.

Ajudado por dois períodos de safety car, Magnussen se recuperou para terminar em nono, enquanto Grosjean abandonou depois de fazer contato com a Renault de Carlos Sainz na curva Copse.

O chefe da Haas, Gunther Steiner disse que a equipe tinha ritmo para terminar entre os três melhores times, o que significaria o sexto e sétimo lugares, mas ficou com apenas dois pontos como resultado do contato na primeira volta.

A Renault, que é a principal concorrente da Haas no campeonato de construtores, conseguiu marcar oito pontos em virtude do sexto lugar de Nico Hulkenberg.

O editor recomenda:

"Eu não estou feliz", disse Steiner sobre seus dois pilotos. "Essas coisas podem acontecer, mas não devem acontecer. Precisamos ser melhores que isso, essa é a conclusão. Precisamos parar de jogar pontos fora.”

“Estamos frequentemente nos pontos agora, mas os perdemos. Fizemos isso sozinhos. No ano passado precisávamos entrar nos pontos, este ano precisamos parar de sair da zona de pontuação.”

“Hoje os caras atrás de nós [no campeonato de construtores] diminuíram a diferença e os da frente se distanciaram.”

“É sempre um trabalho difícil, devemos traduzir nosso trabalho duro em pontos.”

"Devemos estar em alta e tentando acertar, mas estamos usando muita energia apenas para sair do buraco."

O confronto acontece depois do quarto lugar de Grosjean no GP da Áustria, que acabou com uma sequência sem pontos longa do francês.

Steiner disse que continua apoiando Grosjean, mas admitiu que a paciência com ele pode não estar muito distante.

"Eu preciso ser [favorável a Grosjean] porque queremos ter sucesso como equipe", disse ele.

"Eu não sei onde está o ponto o limite, ainda não estou lá, mas em algum momento precisamos parar de perder pontos.”

"Não podemos continuar fazendo isso, estamos agora na metade da temporada e perdemos muitos pontos por causa de nossos próprios erros e isso não é aceitável."

Próxima Fórmula 1 matéria
F1 diz que discutirá variações de números de carro por time

Previous article

F1 diz que discutirá variações de números de carro por time

Next article

“Montanha-russa” de 2018 deixa Toro Rosso insatisfeita

“Montanha-russa” de 2018 deixa Toro Rosso insatisfeita

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP da Grã-Bretanha
Localização Silverstone
Pilotos Romain Grosjean , Kevin Magnussen
Equipes Haas F1 Team
Autor Jamie Klein
Tipo de matéria Últimas notícias