Häkkinen ironiza erro da Ferrari com Kimi na classificação em Budapeste

"Talvez já estivessem pensando nas quatro semanas de férias”, falou o finlandês bicampeão mundial de F-1

Dias após o GP da Hungria, no qual Kimi Räikkönen foi obrigado a largar de 16º por um erro de sua equipe, Mika Häkkinen, em uma coluna, falou sobre a situação do campeão de 2007 na Fórmula 1 atualmente. Para ele, quando a Ferrari conseguir fazer o carro ser do jeito que Kimi se sente confortável, os resultados do piloto vão voltar a aparecer.

"É apenas uma questão de tempo. Kimi é tão rápido como Alonso quando tem o carro configurado corretamente", disse Häkkinen em uma coluna pós-GP da Hungria.

Häkkinen admitiu certo choque pela decisão tomada pela Ferrari na classificação de sábado, que fez Räikkönen ficar no boxes durante a última tentativa o Q1, o que o fez ser eliminado pelo francês Jules Bianchi da segunda fase da classificação.

"Isso foi um erro óbvio, que não deve ser cometido por uma equipe no nível da Ferrari", explicou.

"Talvez já estivessem pensando nas quatro semanas de férias. Eu me esforço para acreditar que um erro tão grave tenha sido cometido pelo [diretor de engenharia] Pat Fry. Conheço Fry muito bem. Ele era um engenheiro da McLaren quando eu estava lá. Este alarme deveria ter soado para uma pessoa como ele. Nunca se deve tomar nada como garantido."

Os finlandeses têm o mesmo número (20) de vitórias na F-1.
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias