Hamilton bate carro de R$ 8 milhões às 3h da manhã em Mônaco

87,300 visualizações

O piloto da Mercedes estava a bordo do seu superesportivo Pagani Zonda roxo quando sofreu acidente na madrugada de terça em Mônaco

Lewis Hamilton revelou, na manhã desta quinta-feira, os motivos que fizeram com que ele adiasse a vinda à São Paulo para a disputa do GP do Brasil. Em postagem no Instagram, o piloto disse que se envolveu em um acidente de carro em Mônaco.

Ele foi encaminhado para exames e os médicos recomendaram que ele ficasse sob observação por um dia antes de viajar ao Brasil. Além do acidente, Hamilton disse que estava com febre.

O jornal alemão Bild informou que o piloto da Mercedes estava a bordo do seu superesportivo Pagani Zonda roxo, avaliado em mais de R$ 8 milhões, no momento do acidente. Ele teria avariado o carro ao colidir contra outro veículo que estava estacionado.

Segundo fontes, o acidente teria ocorrido às 3h30 da manhã, em Mônaco, onde Hamilton mora. O modelo em que o piloto se acidentou tem motor V12, 760hp e um motor AMG que chega a até 350 km/h.

Em postagem no Instagram, Hamilton explicou a situação:

“Não estive bem ultimamente por causa de uma febre e além disso me envolvi em um acidente de trânsito na segunda-feira à noite. Embora não seja problema de ninguém, há pessoas que sabem quem eu sou e tentam tirar vantagem de uma situação", disse.

 

 

 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Lewis Hamilton
Tipo de artigo Últimas notícias