Hamilton bate recorde de Nigel Mansell no GP do Canadá

compartilhar
comentários
Hamilton bate recorde de Nigel Mansell no GP do Canadá
Por: Gabriel Lima
8 de jun de 2015 15:22

Piloto se torna o britânico que mais liderou na história, e Raikkonen é vice-líder no ranking de voltas mais rápidas.

Pódio: vencedor Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1
Kimi Raikkonen, Ferrari SF15-T
Fernando Alonso, McLaren Honda
Pastor Maldonado, Lotus F1 Team

- O GP do Canadá marcou a 44ª pole position de Hamilton (que usa o número 44) na Fórmula 1. Ele esta a uma de Sebastian Vettel, que tem 45 e não faz uma desde Brasil 2013. A vitória foi a 37ª do inglês e quarta em Montreal.

- Hamilton liderou pelo menos uma volta das últimas 16 provas da Fórmula 1 (desde o GP da Hungria do ano passado). O inglês pode igualar o escocês Jackie Stewart daqui duas semanas na Áustria como o piloto que mais liderou GPs em sequência, com 17. Jackie liderou todos os GPs entre EUA 1968 e Bélgica 1970.

- Lewis liderou 69 das 70 voltas do GP do Canadá. Porém, a mais importante foi a 16ª. Ele é agora o piloto britânico que mais liderou na história, com 2.143 giros na ponta. Ele passou Mansell, que tem 2.089. Hamilton e Mansell são, respectivamente, quinto e sexto na história.

- Levando os dois carros ao pódio pela sétima corrida seguida, a Mercedes repete um fato histórico: desde a Ferrari nos anos de 1952 e 1953 um time não conseguia o feito. Excluindo-se, claro, as Indy 500, que faziam parte do calendário mas não eram corridas pelos pilotos europeus.

- Raikkonen pode ter tido um péssimo GP, perdendo o pódio para o compatriota Valtteri Bottas graças a uma rodada. Mas o finlandês não saiu de Montreal com as mãos abanando. Ele fez pela 42ª vez na carreira a volta mais rápida da prova, passando ninguém menos que Alain Prost pelo segundo lugar histórico na estatística. O primeiro ainda é Schumacher com 77.

- Maldonado marcou seus primeiros pontos desde o GP dos EUA no ano passado. Com Grosjean em décimo, a Lotus marcou com os dois carros pela primeira vez desde o GP da Índia de 2013.

- Alonso abandonou pela terceira vez seguida em 2015. É a segunda vez que o espanhol é obrigado a abandonar três provas em sequência. A primeira vez que isso aconteceu foi em 2001, quando o piloto fazia sua estreia pela Minardi, entre os GPs da Áustria e do Canadá.

- O 13º tirou de Ricciardo a sequência de pontos nesta temporada. Agora, apenas Hamilton, Rosberg e Vettel pontuaram em todas as provas.

- Sete pilotos completaram todas os GPs até agora: Hamilton, Rosberg, Vettel, Massa, Ricciardo, Nasr e Pérez.

Próxima Fórmula 1 matéria
Renault ameaça sair da F1, caso a FIA não estenda o prazo de homologação do motor

Previous article

Renault ameaça sair da F1, caso a FIA não estenda o prazo de homologação do motor

Next article

Ferrari afirma estar no caminho certo, mesmo ficando fora do pódio

Ferrari afirma estar no caminho certo, mesmo ficando fora do pódio
Load comments