Hamilton cobra melhora do ritmo de corrida da Mercedes

Inglês largou na pole e não ficou de fora do pódio por 0s2; Rosberg lamenta quebra e segundo abandono no ano

Depois de largar na pole pela primeira vez na Mercedes, Lewis Hamilton por pouco não ficou de fora do pódio do GP da China, chegando apenas 0s2 à frente de Sebastian Vettel. Ouvido pelo TotalRace em Xangai, o inglês reconheceu que faltou ritmo para seu carro durante a prova.

“Fiz tudo o que eu podia. Claro que adoraríamos ter vencido a corrida, levando em consideração onde largamos, mas nosso ritmo de classificação era melhor do que de corrida, então temos ainda algumas áreas para melhorar. O problema não é com o desgaste de pneu, mas com o ritmo em geral.”

Hamilton perdeu a primeira posição para Alonso ainda antes das primeiras paradas, sendo superado por Raikkonen após parar uma volta depois do finlandês na última rodada dos pit stops. Na última volta, teve de resistir ao ataque de Vettel, que tinha pneus novos e macios.

“Com uma volta a mais, ele teria me passado porque seus pneus estavam com uma condição muito melhor que a minha. Ainda assim, foi um bom resultado. É bom estar constantemente nos pontos.”

Seu companheiro, Nico Rosberg, abandonou a segunda prova das três disputadas no ano, após uma quebra.

“A corrida foi dura para mim hoje e, com meu acerto, tive um nível inesperado de saída de frente no carro, o que dificultou a pilotagem. Depois do meu segundo pit stop, a roda dianteira até saía do asfalto nas curvas. A barra de rolamento, que influencia o equilíbrio do carro, tinha quebrado, então infelizmente eu tive de abandonar.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da China
Pilotos Lewis Hamilton , Nico Rosberg
Tipo de artigo Últimas notícias