Hamilton: "Com o Halo não faz sentido pintar o capacete"

Lewis Hamilton sugeriu tirar a tinta de seu capacete para aliviar o peso, já que com o Halo impede a visão das pinturas de cada piloto

O GP da Austrália, que abre a temporada 2018 da Fórmula 1 marcará a introdução do Halo obrigatório em todos os carros e um dos aspectos que mudam com este dispositivo é que ele torna difícil distinguir qual piloto está ao volante.

Durante a coletiva de imprensa oficial desta quinta-feira em Melbourne, Lewis Hamilton disse que para ele não há razão para pintar o capacete se os fãs não puderem vê-lo.

"Eu não tenho nenhuma sugestão sobre isso, mas eu vi que quase não tem sentido pintar os capacetes atualmente, então eu provavelmente vou me livrar da pintura do meu aliviando assim o peso. Mas eu tenho uma sugestão sobre isso. Eu tenho certeza que vai acontecer algo", disse Hamilton quando perguntado sobre como melhorar a identificação dos pilotos com a chegada do Halo.

Sebastian Vettel, por sua vez, sugeriu que permitir que cada piloto pudesse desenhar o Halo de seu carro poderia ser uma maneira de melhorar a situação.

"Definitivamente, mas não podemos negociar a localização do Halo, não podemos colocá-lo na parte de trás do carro", disse o piloto da Ferrari.

"Eu não sei, talvez devesse ser nosso trabalho desenhar o Halo. Isso pode ser uma ideia, simplesmente adicionar um elemento que o diferencie do resto".

Finalmente, Daniel Ricciardo acredita que simplesmente se poderia adicionar uma cor diferente para diferenciar dois carros da mesma equipe.

"A única coisa em que consigo pensar é colocar algo no Halo para diferenciar os companheiros de equipe", disse o australiano.

 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Lewis Hamilton
Tipo de artigo Últimas notícias