Hamilton conta que primeiras voltas foram fundamentais para a vitória

Inglês não esperava que sua McLaren estivesse no mesmo ritmo de corrida da Red Bull e da Ferrari

Hamilton venceu o GP do Canadá pela terceira vez

 

A primeira fase da corrida, antes do pit stop, foi fundamental para que Lewis Hamilton percebesse que poderia ganhar o GP do Canadá. O inglês esperava ter dificuldades em acompanhar o ritmo de Sebastian Vettel e de Fernando Alonso. No entanto, andou entre os dois em um ritmo bom, após as paradas iniciais, tomou a ponta.

“Sabia que seria difícil porque os long runs da Ferrari e da Red Bull eram muito fortes. Quando percebi que estava no ritmo de Sebastian, vi que estava em posição de lutar pela vitória”, afirmou ao TotalRace após a prova.

Segundo Hamilton, sequer passou pela cabeça da McLaren arriscar uma parada, como Vettel e Alonso. O inglês, inclusive, aproveitou para pedir que a equipe melhore o carro em relação à degradação.

“Era uma estratégia de duas paradas o tempo todo, sabíamos que seria o melhor. Acho que o mais rápido seria supermacio-supermacio-macio . Cuidei muito bem dos pneus e os usei sabendo que faria duas paradas. Não acho que seria capaz de fazer uma parada, e isso é algo que poderíamos melhorar.”

Novo líder do campeonato, dois pontos à frente de Alonso, Hamilton prefere curtir o momento, pois não acredita que seguirá na ponta daqui até o final do ano. “Não tenho certeza se posso controlar da frente, mas é incrível. Mal posso acreditar que finalmente conseguimos vencer. Estou muito orgulhoso da equipe.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Canadá
Pilotos Lewis Hamilton
Tipo de artigo Últimas notícias