Hamilton critica defesa de Vettel no GP da Rússia

compartilhar
comentários
Hamilton critica defesa de Vettel no GP da Rússia
Scott Mitchell
Por: Scott Mitchell
Co-autor: Adam Cooper
Traduzido por: Daniel Betting
1 de out de 2018 18:47

Lewis Hamilton acredita que Vettel agiu errado ao mover-se duas vezes em sua defesa de posição no GP da Rússia e que poderia ter causado um acidente

Após sua parada nos boxes, Lewis Hamilton deixou voltou para a pista atrás de Sebastian Vettel, porque um erro de Mercedes o deixou muito tempo com o primeiro conjunto de pneus, mas o britênico se recuperou e atacou o alemão da Ferrari na curva 2.

Vettel se moveu uma vez para a direita e depois um pouco mais, desencadeando uma investigação que terminou sem punição.

"Foi muito frustrante quando voltei à pista atrás deles [Vettel e Valtteri Bottas]", disse Hamilton. "Eu tinha mais aderência nos pneus e foi como 'tenho a oportunidade agora de competir contra ele’".

"Eu peguei o vácuo e forcei po dentro. Do meu ponto de vista, Sebastian se moveu e o fez de novo. Neste momento, se eu não freasse, teria acabado no muro. Teríamos nos tocado”.

Leia também:

"Do meu cockpit senti que foi um movimento duplo, o qual muitas vezes falamos que não devemos fazê-lo. Felizmente, saí ileso."

 

A defesa de Vettel o forçou a sair e ficar emparelhado com o alemão do lado de fora da longa curva para a esquerda. Hamilton, que admitiu que foi "muito forte" para a curva seguinte, entrou na parte suja e Vettel teve que desistir da posição na curva 4.

Vettel disse que sua defesa foi simplesmente para cobrir a parte de dentro, não para encurralar Hamilton.

"Tive um pouco de desequilíbrio na curva 13, um bloqueio, e Lewis estava muito perto. Ele acionou o DRS na reta, eu o vi chegar", disse Vettel. "É muito complicado de ver pelos espelhos, mas acho que me movi antes da freada. Queria ter certeza de que cobria a parte de dentro".

Com cinco GPs para o fim do campeonato, Hamilton lidera Vettel em 50 pontos, e interrompeu a resposta de Vettel na coletiva de imprensa após a corrida.

"No calor do momento, você sempre se vê de uma maneira. Talvez você devesse ver e dizer: 'Sim, eu me movi duas vezes'.

O diretor de carreira da FIA, Charlie Whiting, explicou que os comissários adotaram "um ponto de vista bastante indulgente" porque sentiam que o movimento de Vettel "não constituía de fato duas mudanças de direção".

"Sua decisão dizia que foi uma mudança, mas com uma leve dúvid", disse Whiting. "Eu acho que estamos mais acostumados a ver uma mudança de direção para um lado e depois outra para o lado oposto. Foi algo ligeiramente novo. Acho que neste momento Lewis estava um pouco desconfortável com isso."

Próxima Fórmula 1 matéria
Bottas não espera compensação por ceder vitória na Rússia

Previous article

Bottas não espera compensação por ceder vitória na Rússia

Next article

Polêmica ordem de equipe da Mercedes incendeia Fórmula 1

Polêmica ordem de equipe da Mercedes incendeia Fórmula 1
Load comments