Hamilton: derrotar a Red Bull em 2018 será “um real desafio”

Lewis Hamilton espera que, para a Mercedes, derrotar a Red Bull na F1 em 2018 seja um “real desafio”.

O diretor técnico da Mercedes, James Allison, afirmou na quarta-feira que “não havia dúvidas” de que a Red Bull havia ressurgido como candidata ao título depois de terminar em terceiro em 2017, atrás também da Ferrari.

Na quinta-feira, Hamilton foi apenas o nono mais rápido, focando em simulação de corridas na parte da tarde, mas afirmou que as evidências apontam para uma briga apertada pelo título – sendo que a Red Bull, em particular, parecia ameaçadora.

“A meta final é que esperamos ter mais equipes lutando pelo título. Isso só é bom para o esporte”, disse Hamilton.

“Estou realmente esperançoso, e acho que a Red Bull poderá ser um real desafio neste ano.”

“O carro deles parece ótimo. Não vi nada da Ferrari, mas tenho certeza de que o carro também é bom. Isso é empolgante.”

Assim como Hamilton, Max Verstappen se concentrou em simulação de corrida na quinta-feira, de modo que terminou em 12º na tabela de tempos.

O holandês enfatizou que a meta da Red Bull seria ficar até 0s3 da Mercedes em ritmo de classificação para poder desafiar a equipe de Brackley em corrida.

Verstappen disse: “Bem, acho que, antes de tudo, temos de estar mais próximos.”

“Uma vez que estivermos a 0s3, 0s4, em classificação, então podemos lutar com eles nas corridas, porque normalmente na corrida as coisas devem ser mais próximas.”

“Então estamos definitivamente mirando estar nesses 0s3.”

Hamilton “espera” que volta de Vettel seja forte

Mesmo que tenha minimizado o tempo obtido por Vettel na quinta-feira, Hamilton afirmou que tinha esperanças de que aquilo se tratava de um sinal de que a Ferrari estaria na luta pela ponta, assim como a Red Bull.

“Não sei se é um bom tempo”, disse o inglês. “Não sei se é uma simulação de classificação, realmente não me importo. É um teste. É irrelevante, seja qual tempo for.”

“O que importa é onde estaremos na classificação, no Q3 da primeira corrida, quando todos estiverem com pouco combustível. Não estivemos com pouco combustível ainda, então não tenho ideia de onde o carro pode ir.”

“Espero que [a volta de Vettel] seja boa. Espero que seja um bom tempo, o que significa que eles estão fortes e que teremos uma corrida nas mãos.”

Questionado sobre a volta de Vettel, Verstappen respondeu: “É um bom tempo, com certeza.

“Mas sabíamos que eles estariam fortes de qualquer forma, e a Mercedes também será muito forte. Apenas tentamos estar muito próximos.”

Reportagem adicional de Erwin Jaeggi

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Lewis Hamilton , Max Verstappen
Tipo de artigo Últimas notícias