Hamilton descarta tática de segurar Rosberg em Abu Dhabi

Piloto britânico diz que não vai tentar ser mais lento se estiver na frente durante a decisão do título para que outros pilotos possam ultrapassar seu companheiro de equipe

Vencer o GP de Abu Dhabi não é suficiente para Lewis Hamilton. O piloto britânico precisa que Nico Rosberg termine fora do pódio para se tornar tetracampeão do mundo. Apesar de sugestões de que Hamilton estaria avaliando a possibilidade, se estivesse na liderança, de segurar seu ritmo para juntar o grid e fazer as coisas serem mais difíceis para Rosberg, o inglês negou.

Na conferência de imprensa antes do GP de Abu Dhabi, Hamilton indicou que não concorda com essa sugestão.

"Nico esteve na pole aqui nos últimos dois anos aqui e foi muito rápido", disse Hamilton.

"Este é um circuito relativamente forte para mim, mas eu não fui bem nos últimos dois anos, então meu único objetivo é ir bem.”

"Em termos de tática na corrida, temos que ver o que vai acontecer no domingo. Se eu estiver na frente, eu quero estar o mais longe possível.”

"Quando você tem uma vantagem de 18 a 30 segundos, já á algo bem doloroso para o cara com quem você está duelando.”

"Se você olhar para a última corrida no Brasil, eu estaria 30 segundos à frente sem bandeira vermelha. Isso é uma conquista maior do que segurar o seu companheiro de equipe.”

"Aqui parece que faz sentido, mas não é muito prático de fazer. Você tem duas longas zonas DRS. Não seria fácil."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP de Abu Dhabi
Pista Yas Marina Circuit
Pilotos Lewis Hamilton , Nico Rosberg
Equipes Mercedes
Tipo de artigo Últimas notícias