Hamilton diz que "grande mudança" o ajudou na Hungria

compartilhar
comentários
Hamilton diz que
Por: Scott Mitchell
30 de jul de 2018 19:16

Inglês disse que mudança de sua equipe depois do treino de sexta-feira abriu o caminho para vencer o GP da Hungria

A Mercedes teve dificuldades na sexta-feira em Budapeste, terminando em quinto e sexto lugares nas duas sessões, com Hamilton a 0s4 e 0s7 mais lento que os líderes.

A pista húngara não é a mais adequada para a filosofia de design da Mercedes e o rival de Hamilton, Sebastian Vettel, apareceu como favorito para a vitória, antes de Hamilton aproveitar a classificação em pista molhada para conquistar a pole e depois de comandar a corrida.

"De sexta a sábado fizemos uma grande mudança no carro” disse Hamilton. “Fizemos uma grande mudança no TL1, porque estava desconfortável com o equilíbrio.”

"É difícil fazer alterações no TL1, porque você tem que esperar que a pista chegue até você em vez de perseguir o setup.”

"Eu imediatamente fiz uma grande mudança, mas quando cheguei ao fim do TL2, percebi que não era a direção certa, então tive que recuar e seguir por outro caminho.”

"Nós tivemos um pouco tempo de pista no TL3 mas o carro ainda não estava perfeito e então choveu.”

"Eu não fiz nenhuma alteração antes de me classificar, mas eu sabia que Valtteri [Bottas] teve um bom TL2 e não estávamos muito longe na direção que queríamos.”

"Todo o aprendizado que você faz em uma sexta-feira, o jeito que você guia, o jeito que você usa os pneus, então você volta no domingo e você tem que trazer o seu melhor.”

"Sexta-feira não é geralmente o dia em que eu trago o meu melhor."

O editor recomenda:

Hamilton foi capaz de correr até a 25ª volta com pneus ultramacios, 10 voltas a mais que o companheiro de equipe.

Isso ajudou a anular o impacto inicial de Vettel na execução de uma estratégia alternativa, porque um curto primeiro stint de Hamilton teria trancado o inglês em uma estratégia de duas paradas e provavelmente cederia a liderança ao rival, que começou com os pneus macios.

Ao contrário de Bottas, cujo pitstop inicial significou que seus pneus se acabaram nas últimas voltas, Hamilton conseguiu fazer com que a estratégia de uma parada funcionasse e ampliou sua vantagem no campeonato para 24 pontos.

"O ultramacio durou muito mais do que eu pensava", admitiu Hamilton. "Eu tive dificuldades no TL2, mas estava em uma configuração diferente.”

"Eu me esforcei no início [do limite de pneus macios] e então passamos por algum tráfego, mudei muitos controles e consegui equilibrar o carro.”

"Depois disso, pude fazer alguns momentos decentes e aumentar a distância. Eu sabia que precisava fazer a diferença enquanto eles ainda estavam atrás de Valtteri.”

"A estratégia em que Valtteri estava, era altamente improvável que ele fosse fazer isso durar.”

"Sabíamos que [estar em diferentes estratégias de pneus] também tornaria muito difícil vencer, mesmo para mim.”

"Eu, definitivamente, não acho que a equipe esperava que eu fosse capaz de fazer meu primeiro stint."

Próxima Fórmula 1 matéria
Líderes da F2, Kubica e mais: quem testa na Hungria

Previous article

Líderes da F2, Kubica e mais: quem testa na Hungria

Next article

RÁDIOS DA F1: A "bebida" de Kimi e a discussão de Alonso

RÁDIOS DA F1: A "bebida" de Kimi e a discussão de Alonso
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP da Hungria
Localização Hungaroring
Pilotos Lewis Hamilton Shop Now
Equipes Mercedes Shop Now
Autor Scott Mitchell
Tipo de matéria Últimas notícias