Hamilton diz que rivalidade interna pode ser "venenosa"

Inglês diz que está disposto a aceitar qualquer piloto como companheiro na Mercedes, mas advertiu que a combinação escolhida terá que trabalhar para os interesses da equipe

Lewis Hamilton deixou claro que a contratação de uma estrela como Sebastian Vettel e Fernando Alonso, que ainda pode figurar nos planos de Toto Wolff para 2018, não seria necessariamente uma boa ideia.

"É importante o piloto que teremos no segundo carro", disse ele em entrevista ao Channel 4. "É importante para o moral da equipe. Vimos em outros times que a rivalidade entre os pilotos pode ser algo venenoso."

"Com certeza, estou muito feliz aqui, adoro estar onde estou. Então nós temos que ter certeza de que tudo o que trazemos é, pelo menos, tão bom quanto o que tivemos, se não melhor, em termos de criar essa energia. Eu tive experiências e divisões no passado que eu não aconselharia hoje."

"Traga o Fernando, traga Sebastian, traga quem quer que você realmente queira. Eu competi contra Fernando no meu primeiro ano e o venci, então isso não é uma preocupação para mim. Eu estarei feliz em guiar contra qualquer um deles. Mas em termos do que é melhor para a equipe, provavelmente não seja a melhor ideia."

Hamilton confirmou que a equipe tem que discutir seus planos com ele antes de fazer uma escolha. A Mercedes divulgou nesta quinta-feira que não anunciaria oficialmente um novo companheiro do inglês até 3 de janeiro.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Lewis Hamilton , Nico Rosberg , Sebastian Vettel , Federico Alonso
Equipes Mercedes
Tipo de artigo Últimas notícias