Hamilton encara queda no final como bom sinal para 2016

Britânico acredita que queda de rendimento nas provas finais de 2015 pode ter seu lado positivo

O britânico Lewis Hamilton acredita que as três corridas finais na temporada de 2015 da Fórmula 1 vão ajudar na sua motivação para o próximo ano. Hamilton não ganhou desde que selou o título no GP dos Estados Unidos e foi batido por Nico Rosberg nas três vezes.

O tricampeão também não conseguiu adicionar mais poles à sua marca de 11 nas últimas sete provas de 2015, mas em vez de ficar preocupado com a queda ele a encara como um possível impulso.

"Eu olho para as últimas três corridas como uma bênção disfarçada", disse Hamilton durante o evento Stars and Cars da Mercedes, em Stuttgart. "Talvez, se eu tivesse vencido as últimas três corridas elas seriam apenas algumas corridas a mais ganhas na temporada, e talvez eu fosse para a próxima temporada com menos ímpeto".

"Mas eu realmente tenho uma grande determinação, uma grande vontade agora e eu acho que isso vem de ter esses resultados. Nesse sentido, isso foi uma coisa boa", completou.

Crédito para Rosberg

O piloto britânico disse que houve uma série de fatores que provavelmente contribuíram para sua queda no final da temporada.

"Eu tenho certeza que é uma combinação de coisas", disse Hamilton. "Em primeiro lugar, eu nunca diminuo o fato de que Nico fez um trabalho excepcional nessas últimas corridas", afirmou.

"Eu acho que a mudança no carro parecia servir-lhe muito bem e, você sabe, quando o campeonato foi vencido, eu não me desliguei. Mas eu estava mais relaxado no subconsciente, talvez", completou.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Lewis Hamilton
Equipes Mercedes
Tipo de artigo Últimas notícias