Hamilton enfrenta preocupações com motor para Abu Dhabi

compartilhar
comentários
Hamilton enfrenta preocupações com motor para Abu Dhabi
Adam Cooper
Por: Adam Cooper
16 de nov de 2018 09:55

Após sufoco da equipe no Brasil, inglês pode usar unidade antiga ou sofrer punições no grid na prova final da temporada

A participação de Lewis Hamilton no GP de Abu Dhabi deste fim de semana pode ser comprometida devido aos danos sofridos em sua unidade de potência da Mercedes no Brasil.

Hamilton, que venceu a corrida de Interlagos, parece próximo de receber punição no grid por usar novos elementos, ou completar o fim de semana em Abu Dhabi com uma unidade antiga, o que pode representar um risco atrelado.

A unidade de potência apresentou falhas durante a prova de Interlagos, mas a equipe conseguiu controlar a situação e completar a prova. No entanto, o time percebeu que houve de fato danos, mesmo que ainda não se saiba os detalhes.

Leia também:

Aquela unidade, a terceira que é permitida sem que haja uma punição, deveria ser usada por Hamilton durante o GP de Abu Dhabi.

Ele ainda possui as duas unidades de potência que já usou no começo da temporada, mas ambas já fizeram sete fins de semana de corrida e acumularam grande quilometragem – e, novamente, a equipe pode optar por uma abordagem mais conservadora.

Caso a Mercedes opte por novos elementos, Hamilton perderá posições no grid – no entanto, ele terá uma nova especificação, e sem preocupações em forçar o ritmo durante todo o fim de semana.

James Vowles, estrategista da Mercedes, confirmou que os danos ainda são desconhecidos.

“Se voltarmos um tempo e vermos o que aconteceu na corrida, após o primeiro pitstop nós percebemos um problema significativo, o que exigiu um grande esforço de muitas pessoas diferentes’, disse.

“Temos uma equipe no Reino Unido, em Brixworth, para trabalhar ao nosso lado na comunicação, e temos uma grande equipe de pista que trabalha junta, cuidadosamente, para entender o que podemos mudar no motor para chegar até o fim da prova.”

“Eles fizeram um trabalho fantástico. Não foi apenas uma mudança, foi uma quantidade enorme de mudança durante o período de 40-50 voltas, onde eles trabalharam com Lewis para ajustar vários componentes e fazer aquela unidade de potência chegar até o fim da corrida. Eles fizeram um trabalho fantástico.”

“O resultado disso, porém, é que aquele motor obteve certo nível de dano, mas não entendemos ainda o quanto. Ele terá de ser inspecionado e compreendido antes de podermos tomar qualquer decisão para Abu Dhabi.”

Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W09 EQ Power+ celebrates in Parc Ferme

Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W09 EQ Power+ celebrates in Parc Ferme

Photo by: Manuel Goria / Sutton Images

Next article
Gil diz que McLaren sentirá falta de Alonso: “impossível dizer que não”

Previous article

Gil diz que McLaren sentirá falta de Alonso: “impossível dizer que não”

Next article

Ferrari: Vettel deve ganhar força por “negócios inacabados”

Ferrari: Vettel deve ganhar força por “negócios inacabados”
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP de Abu Dhabi
Pilotos Lewis Hamilton Shop Now
Equipes Mercedes Shop Now
Autor Adam Cooper