Hamilton: Estamos mais perto dos rivais do que o esperado

Enquanto a Red Bull dominou os treinos livres em Mônaco, dando razão aos receios da Mercedes, Lewis Hamilton está satisfeito com uma situação "muito melhor" do que há um ano

Seja por Toto Wolff ou pelos pilotos, a Mercedes vem anunciando nos últimos dias como será difícil o GP de Mônaco neste final de semana.

As previsões da fabricante alemã foi parcialmente confirmada, após as duas primeiras sessões de treinos livres nesta quinta-feira, com a Red Bull liderando as duas sessões, com Daniel Ricciardo e Max Verstappen na ponta.

Lewis Hamilton foi o quarto colocado no TL2, quase sete décimos mais lento que Ricciardo. O inglês disse que a previsão de que a Red Bull é a favorita foi bem sucedida, mas também indicou que a situação não é alarmante para a sua equipe. Em uma pista que causou tantos problemas à Mercedes no ano passado, as coisas parecem melhores do que em 2017 no momento.

"Foi um bom dia, sem danos e isso é bom", disse Hamilton. "Ontem, eu disse que os Red Bulls seria rápido, e eles estavam hoje. Como esperado, nós estamos tendo um pouco mais problemas. O carro se comporta bem em alguns lugares, mal em outros. Portanto, temos coisas a trabalhar, mas não estamos completamente no escuro, estamos em uma posição muito melhor do que no ano passado."

"Estamos mais perto do que esperávamos da Red Bull e da Ferrari, mas ainda faltam alguns décimos. Temos trabalho a fazer se quisermos lutar pela vitória. Temos que continuar a trabalhar no setup, e ver se podemos conseguir mais potencial do carro", acrescentou.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP de Mônaco
Pista Monte Carlo circuito de rua
Pilotos Lewis Hamilton , Valtteri Bottas
Equipes Mercedes
Tipo de artigo Últimas notícias