Hamilton lamenta mau desempenho após "desastre" na China

compartilhar
comentários
Hamilton lamenta mau desempenho após
Andrew van Leeuwen
Por: Andrew van Leeuwen
15 de abr de 2018 09:22

Inglês admite que seu lado da garagem tem desempenho ruim, baseado no que descreveu como "desastre" em Xangai

Lewis Hamilton, Mercedes-AMG F1 on the drivers parade
Lewis Hamilton, Mercedes-AMG F1
Lewis Hamilton, Mercedes-AMG F1 W09 EQ Power+
Kimi Raikkonen, Ferrari SF71H, leads Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W09
Lewis Hamilton, Mercedes-AMG F1 on the drivers parade
Lewis Hamilton, Mercedes-AMG F1 W09 EQ Power+
The AMG Mercedes safety-car leads Valtteri Bottas, Mercedes AMG F1 W09, Sebastian Vettel, Ferrari SF71H, Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W09, and Max Verstappen, Red Bull Racing RB14 Tag Heuer
Max Verstappen, Red Bull Racing RB14 Tag Heuer, Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W09, Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB14 Tag Heuer, Nico Hulkenberg, Renault Sport F1 Team R.S. 18, Sergio Perez, Force India VJM11 Mercedes, and the remainder of the field at the start of the race
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W09

Lewis Hamilton perdeu várias posições na primeira volta, antes de passar a primeira parte da corrida atrás de Kimi Raikkonen na quinta posição.

Aos trancos e barrancos, ele conseguiu fazer progresso, sendo ultrapassado depois por ambos os carros da Red Bull, com pneus mais novos, nos últimos estágios da corrida, e terminando em quarto lugar graças ao confronto entre Max Verstappen e Sebastian Vettel.

Refletindo após a prova, Hamilton admitiu que era um caso de mau desempenho de seu lado da garagem da Mercedes, e que uma solução precisa ser encontrada rapidamente para lutar pelo quinto título.

"Eu estava em terra de ninguém. Não tinha ritmo. Eu estava apenas tentando segurar o que eu tinha", disse Hamilton.

"Obviamente, temos uma dura batalha pela frente, particularmente do meu lado. Vou dizer ‘meu lado’, mas também nós, como equipe, estamos com um desempenho ruim."

"Ontem e hoje foram um desastre do meu lado, então eu tenho que tentar corrigir isso e voltar ao modo de performance normal. Caso contrário, mais pontos valiosos serão perdidos."

"Sou grato por alguns incidentes que aconteceram hoje, nos mantiveram na batalha."

O chefe da Mercedes, Toto Wolff, foi igualmente brutal em sua avaliação do desempenho de Hamilton e no déficit geral de seu time para a Ferrari.

"O fim de semana inteiro não foi bom o suficiente", disse ele à Sky.

"Neste fim de semana éramos provavelmente o terceiro ou quarto melhores, quando você olha para o resultado. E nós não queremos ser o terceiro ou quarto."

"Nós só precisamos agir em conjunto."

Wolff também lamentou o momento ruim do Safety Car em termos das esperanças de vitória de Valtteri Bottas, depois que o finlandês conseguiu superar Vettel durante as paradas.

"Acho que Valtteri teria merecido vencer a corrida. Ele teve um ótimo dia, uma boa pilotagem. Mas a sorte está indo contra nós nas duas primeiras corridas e hoje novamente. Tivemos um Safety Car no momento errado."

"Isso abala tudo e os dois Red Bulls estavam ousados o suficiente para trocar pneus. Achamos que a posição na pista era mais importante. Entendemos errado, eles acertaram e mereceram vencer."

Confira os dez momentos mais marcantes do GP da China

 

Próxima Fórmula 1 matéria
Marko: Verstappen “entregou” a vitória na China com erros

Previous article

Marko: Verstappen “entregou” a vitória na China com erros

Next article

Verstappen admite culpa, mas nega que precise se acalmar

Verstappen admite culpa, mas nega que precise se acalmar

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP da China
Localização Shanghai International Circuit
Pilotos Lewis Hamilton
Equipes Mercedes
Autor Andrew van Leeuwen
Tipo de matéria Últimas notícias