Hamilton lidera dobradinha da Mercedes no TL1 em Silverstone

compartilhar
comentários
Hamilton lidera dobradinha da Mercedes no TL1 em Silverstone
6 de jul de 2018 10:32

Carros prateados ficaram 0s5 à frente do concorrente mais próximo, Vettel; Grosjean sofre acidente

Lewis Hamilton foi o mais rápido nas primeiras atividades para o GP da Grã-Bretanha, a 10ª etapa da F1 em 2018, fechando à frente de Valtteri Bottas em dobradinha da Mercedes.

O inglês registrou seu melhor tempo em 1min27s487, suficiente para ficar 0s3 à frente do companheiro de equipe e 0s5 do piloto mais próximo de outra equipe. Em um asfalto novo (e mais aderente) e uma zona extra de DRS, o tempo já foi significativamente melhor do que o registrado na mesma atividade em 2017, na ocasião, em 1min29s1.

Contudo, durante as atividades, Hamilton relatou desconforto com o carro, além de se queixar da ondulação da nova superfície. Já Bottas, que comandou a tabela de tempos no início do uso do pneu macio, ainda assim conseguiu ficar à frente de Sebastian Vettel, da Ferrari.

O líder do campeonato ficou a meio segundo de Hamilton com concorrência próxima da Red Bull: Daniel Ricciardo foi o quarto e Max Verstappen o sexto, ainda atrás de Kimi Raikkonen, também da Ferrari.

Leia também:

O holandês da Red Bull, vencedor do GP da Áustria, há uma semana, enfrentou um problema mecânico nos instantes finais, quando teve de encostar seu carro na reta principal e abandonar a sessão. A suspeita da Red Bull é de um problema de câmbio - o que não necessariamente afetará em uma punição no grid, já que a peça utilizada de sexta-feira normalmente é trocada para o restante do fim de semana.

O “melhor do resto” foi Romain Grosjean, da Haas. Porém, o francês não teve muitos motivos para comemorar, já que foi vítima do traiçoeiro trecho de DRS na curva 1.

Grosjean escapou no setor ao tentar contornar a curva com a asa traseira móvel ativada. Ele perdeu o controle de seu carro, rodou e bateu na barreira de proteção, o que danificou sua suspensão dianteira esquerda.

Foi o incidente de maiores consequências no treino, que também viu pilotos como Kimi Raikkonen e Sergey Sirotkin escaparem, mas sem maiores contratempos.

A Force India colocou seus dois carros no top 10, com Sergio Pérez à frente de Esteban Ocon. Já Lance Stroll colocou a Williams no top 10.

Primeiro treino livre:

Cla # Piloto Chassi Motor Voltas Tempo Diferença
1 44 United Kingdom Lewis Hamilton Mercedes Mercedes 24 1'27.487  
2 77 Finland Valtteri Bottas Mercedes Mercedes 27 1'27.854 0.367
3 5 Germany Sebastian Vettel Ferrari Ferrari 22 1'27.998 0.511
4 3 Australia Daniel Ricciardo Red Bull TAG 30 1'28.144 0.657
5 7 Finland Kimi Raikkonen Ferrari Ferrari 24 1'28.218 0.731
6 33 Netherlands Max Verstappen Red Bull TAG 24 1'28.325 0.838
7 8 France Romain Grosjean Haas Ferrari 12 1'29.352 1.865
8 11 Mexico Sergio Perez Force India Mercedes 23 1'29.812 2.325
9 31 France Esteban Ocon Force India Mercedes 24 1'29.815 2.328
10 18 Canada Lance Stroll Williams Mercedes 25 1'29.878 2.391
11 9 Sweden Marcus Ericsson Sauber Ferrari 25 1'29.942 2.455
12 10 France Pierre Gasly Toro Rosso Honda 31 1'30.004 2.517
13 16 Monaco Charles Leclerc Sauber Ferrari 27 1'30.027 2.540
14 20 Denmark Kevin Magnussen Haas Ferrari 20 1'30.065 2.578
15 14 Spain Fernando Alonso McLaren Renault 19 1'30.322 2.835
16 55 Spain Carlos Sainz Jr. Renault Renault 22 1'30.358 2.871
17 2 Belgium Stoffel Vandoorne McLaren Renault 25 1'30.416 2.929
18 27 Germany Nico Hulkenberg Renault Renault 18 1'30.701 3.214
19 28 New Zealand Brendon Hartley Toro Rosso Honda 31 1'30.749 3.262
20 35 Russian Federation Sergey Sirotkin Williams Mercedes 22 1'31.017 3.530
Next article
Sainz: "Somos consistentes, não há com o que se preocupar"

Previous article

Sainz: "Somos consistentes, não há com o que se preocupar"

Next article

Bottas troca seu motor “por precaução” em Silverstone

Bottas troca seu motor “por precaução” em Silverstone
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP da Grã-Bretanha