Hamilton lidera sexta-feira marcada por acidentes em Suzuka

Piloto da casa Kobayashi e Daniel Ricciardo foram os que bateram mais forte nos treinos livres no Japão

Lewis Hamilton não deu chances para Nico Rosberg em um treino marcado por fortes batidas e até chuva em Suzuka e terminou a sexta-feira com o melhor tempo nos treinos livres para o GP do Japão. Testando as novidades da Williams, Valtteri Bottas foi o terceiro.

Como é de costume em Suzuka, o segundo treino começou com algumas batidas fortes. O primeiro a perder o carro e encontrar o muro foi o piloto da casa, Kamui Kobayashi, que não participou da primeira sessão. Com a Caterham passando por dificuldades financeiras e até tendo peças confiscadas em sua sede na Inglaterra, reconstruir a parte dianteira do carro é mais uma notícia ruim para o final de semana.

[publicidade] O segundo a perder o carro e bater forte for Daniel Ricciardo, então líder da sessão. O australiano perdeu o carro na freada da última chicane e chocou-se violentamente de frente com o muro, mas saiu de sua Red Bull sem problemas. Simultaneamente, a Toro Rosso de Jean-Eric Vergne – mesma que deixou o estreante Verstappen na mão horas antes – parou no meio da pista.

Com os dois carros para serem retirados, a sessão acabou sendo paralisada com uma bandeira vermelha, com cerca de uma hora para o final. Nesse ponto, as Mercedes sequer tinham começado seu programa de treino, saindo para a pista logo depois da bandeira verde, com 56 minutos para o fim. Hamilton logo se colocou em primeiro, com Raikkonen em segundo e Rosberg em terceiro.

Com vários pilotos saindo da pista na primeira curva, não demorou para outro carro ir parar no muro, agora na Spoon e já testando o pneu médio, o mais macio do final de semana: Esteban Gurierrez, da Sauber.

Nas simulações de classificação, vários pilotos conseguiram suas voltas mais rápidas em suas segundas tentativas e Hamilton, mesmo quase perdendo o carro na Degner, seguiu na frente, com Rosberg em segundo e Bottas em terceiro. Já Massa não conseguiu se aproveitar dos pneus médios e permaneceu com o 14º posto.

Nos minutos finais, começou a chover levemente em alguns trechos da pista. Talvez um aviso do que está por vir, pois existe a possibilidade de um tufão atrapalhar a corrida no domingo. Com três minutos para o final, Vergne novamente parou na pista, sem potência, causando uma bandeira vermelha que, efetivamente, acabou com o treino. A próxima sessão de treinos livres será disputada às 23h desta sexta-feira pelo horário de Brasília.

Classificação do segundo treino livre do GP do Japão

1. Lewis Hamilton Grã-Bretanha Mercedes-Mercedes 1m 35.078s 
2. Nico Rosberg Alemanha Mercedes-Mercedes 1m 35.318s 
Valtteri Bottas Finlândia Williams-Mercedes 1m 36.279s 
4. Jenson ButtonGrã-Bretanha McLaren-Mercedes 1m 36.409s 
5. Sebastian Vettel Alemanha Red Bull-Renault 1m 36.436s 
6. Kimi Raikkonen Finlândia Ferrari-Ferrari 1m 36.529s 
7. Fernando AlonsoEspanha Ferrari-Ferrari 1m 36.637s 
8. Kevin Magnussen Dinamarca McLaren-Mercedes 1m 36.714s 
9. Daniil Kvyat Rússia Toro Rosso-Renault 1m 36.943s 
10. Daniel Ricciardo Austrália Red Bull-Renault 1m 37.186s 
11. Jean-Eric VergneFrança Toro Rosso-Renault 1m 37.219s 
12. Nico Hulkenberg Alemanha Force India-Mercedes 1m 37.504s 
13. Romain Grosjean França Lotus-Renault 1m 37.563s 
14. Felipe MassaBrasil Williams-Mercedes 1m 37.700s 
15. Sergio Perez México Force India-Mercedes 1m 37.786s 
16. Pastor Maldonado Venezuela Lotus-Renault 1m 37.798s 
17. Adrian Sutil Alemanha Sauber-Ferrari 1m 38.010s 
18. Esteban Gutierrez México Sauber-Ferrari 1m 38.365s 
19. Marcus Ericsson Suécia Caterham-Renault 1m 39.069s 
20. Jules Bianchi França Marussia-Ferrari 1m 39.306s 
21. Max Chilton Grã-Breanha Marussia-Ferrari 1m 39.333s 
22. Kamui Kobayashi Japão Caterham-Renault 1m 42.760s 
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias