Hamilton, na pole: "Jenson é obviamente minha maior ameaça"

Inglês se diz surpreso com rendimento da McLaren em comparação a rivais, ainda mais ao ver Red Bull atrás

Hamilton fez a pole pela segunda vez na Austrália

Com o companheiro Jenson Button como sua maior ameaça na corrida de amanhã na Austrália, o pole Lewis Hamilton reconhece ter ficado surpreso com o pobre resultado das Red Bull, que ocupam a quinta e sexta colocações do grid em Melbourne.

“Ver onde estamos hoje e ter uma dobradinha é um início fantástico para a temporada. Mas será intenso durante o ano. Os rivais vão forçar muito, Jenson vai ficar no meu pé, como sempre.”

“Estou surpreso em ver a Red Bull tão para trás e, também, em perceber que somos tão rápidos. Sabia que o carro era bom, mas não tão bom comparado com os rivais.”

Hamilton, único piloto além da dupla da Red Bull a ter marcado uma pole ano passado, salientou a importância da classificação para a corrida de amanhã. “Acho que a posição na classificação é muito importante. Largar no lado limpo do grid para variar é definitivamente uma sensação boa.”

Perguntado se sentia-se aliviado pela pole, começando bem o ano após ter uma temporada difícil em 2011, o inglês se disse simplesmente feliz.

“Não estou aliviado, apenas feliz. Foi um inverno muito longo, uma extensa temporada de preparação para chegar até aqui. O resultado que você quer é sempre ser primeiro, então não poderia estar mais feliz por ter começado desta maneira.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Austrália
Pilotos Lewis Hamilton
Tipo de artigo Últimas notícias