Hamilton: "Nos anos 50 eu não poderia correr por ser negro"

compartilhar
comentários
Hamilton:
Jose Carlos de Celis
Por: Jose Carlos de Celis
Traduzido por: Daniel Betting
25 de out de 2018 19:35

Britânico considera "uma loucura" poder igualar marca de Juan Manuel Fangio, mas lamenta fato de que não poderia competir na época do argentino

Lewis Hamilton já ganhou seu lugar nos livros de história da Fórmula 1, mas neste fim de semana pode dar um passo a mais ao selar seu quinto título mundial, o que o igualaria a Juan Manuel Fangio e o converteria no terceiro piloto a alcançar o pentacampeonato.

Perguntado sobre o que sentirá quando atingir o número de campeonatos do argentino, Hamilton disse ainda não ter consciência da importância do feito.

Leia também:

"Fangio sempre é... como o padrinho da categoria para nós, os pilotos. É nosso padrinho, sim, um dos grandes nomes de todos os tempos, desde o início, e sempre vai ser admirado. É uma loucura pensar que eu possa chegar a alcançar os campeonatos que ele conseguiu".

Hamilton lamenta, no entanto, que não poderia competir em outras épocas por razões racistas.

"Não sei se a década dos anos 50 foi um momento particularmente bom, porque não foi um bom momento para os negros, então, eu provavelmente não poderia correr."

Hamilton prefere, no entanto, viver os anos em que vive, com os avanços nunca antes vistos.

"Sou grato por estar nesta época. E com a tecnologia que temos e vendo os carros se desenvolverem. Estou muito contente por fazer parte desta era."

Uma era em que ele já pode ser considerado uma lenda.

Next article
México marcou decisão de título mais maluca da F1; relembre

Previous article

México marcou decisão de título mais maluca da F1; relembre

Next article

Vettel admite análise sobre o que deu errado em 2018

Vettel admite análise sobre o que deu errado em 2018
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Lewis Hamilton Shop Now
Autor Jose Carlos de Celis
Tipo de matéria Reactions