Hamilton passeia e triunfa pela quarta vez no Canadá

Britânico derrota Rosberg em briga doméstica pela vitória, com Bottas em 3º. Massa faz corrida de recuperação e é 6º.

O britânico Lewis Hamilton cruzou a linha de chegada pela 37ª vez em primeiro em uma corrida de Fórmula 1 neste domingo. No local de seu primeiro triunfo, há oito anos, o piloto foi soberano durante todo o GP do Canadá. Rosberg bem que tentou chegar no britânico no segundo stint da prova, no entanto Hamilton conseguiu controlar com perfeição a pressão do rival.

Vencedor das duas últimas provas, Nico fez um início bem tímido. Ele estava quatro segundos atrás de Hamilton antes da primeira parada. Nico apenas se aproximou após o primeiro pit stop, quando os dois colocaram pneus macios. Rosberg chegou a estar a menos de um segundo, porém Lewis segurou a pressão do alemão.

Bottas faturou para a Williams o primeiro pódio do ano, se aproveitando de uma rodada de Kimi Raikkonen no hairpin uma volta depois de ter feito seu primeiro pit stop. Valtteri, com uma parada a menos, conseguiu garantir o terceiro, com Raikkonen em quarto.

Vettel, fazendo duas paradas, se recuperou bem de sua 18ª posição no grid, terminando o GP do Canadá em quinto, 7.6s atrás do companheiro Raikkonen.

Massa fez grande corrida de recuperação, ficando em sexto lugar. O brasileiro passou na pista vários pilotos utilizando uma estratégia diferente, largando com pneus macios. Ele apenas trocou para os supermacios na volta 38, quando era o quinto. No segundo stint, Massa chegou ao sexto posto após passar por Maldonado. O venezuelano fez os primeiros pontos do ano, em sétimo.

Felipe Nasr fez prova discreta, terminando em 16º lugar.

Abandonaram as duas McLarens, com Alonso e Button, e a Manor de Merhi.

Os quatro primeiros mantiveram posição na largada, apesar de uma investida de Raikkonen em cima de Rosberg. Massa ganhou posições de Nasr e Sainz na saída. O Top 10 na primeira volta era Hamilton, Rosberg, Raikkonen, Bottas, Grosjean, Hulkenberg, Maldonado, Kvyat, Ricciardo e Perez. Massa era 13º e Nasr 15º.

Na terceira volta, Ericsson, Massa e Vettel ganharam a posição de Alonso. O espanhol, com problemas de performance nas retas pelo motor Honda, caiu para 14º.

Vettel parou na volta 8. Com um trabalho lento, o piloto voltou com os pneus macios em último lugar. Massa passou Ericsson pelo 11º lugar uma volta depois. Na volta 12, o brasileiro entrou na zona de pontos, deixando Ricciardo para trás. Três voltas depois foi a vez do brasileiro ultrapassar Perez pelo nono lugar.

Na volta 18, Hamilton já abria 3.8s para Rosberg. Raikkonen, Bottas, Grosjean, Hulkenberg, Maldonado, Kvyat, Massa e Perez fechavam o Top 10. Maldonado parou uma volta depois, e Massa passou Kvyat, indo para sétimo.

Vettel, após sua parada lenta, fazia boa corrida de recuperação. Ele passou na pista por Merhi, Stevens, Button, Nasr, Alonso, Verstappen, Sainz e Ericsson. Após os primeiros pits, o piloto alemão chegou ao nono lugar. Enquanto isso, Raikkonen, após seu pit stop, rodou no hairpin. Isso fez com que Bottas ganhasse seu terceiro lugar após a parada.

Hamilton e Rosberg entraram nas voltas 30 e 31. A ordem foi mantida, com Nico reduzindo a diferença de quatro para dois segundos.

Na volta 32 o Top 10 era Hamilton, Rosberg, Bottas, Raikkonen, Massa (sem pit stop), Grosjean, Vettel, Maldonado, Hulkenberg e Kvyat. Massa parou na volta 38 e voltou em nono. Vettel também fez um pit stop, duas voltas antes. O alemão ganhou a posição de Massa na volta, se colocando em oitavo.

Raikkonen fez uma segunda parada na volta 40. Ele colocou novamente os pneus supermacios e passou a fazer voltas rápidas. Vettel tentou passar Hulkenberg na volta 44. O piloto da Ferrari entrou por fora na última curva e obrigou Hulkenberg a rodar para não bater em seu carro. Massa também ganhou a posição da Force India.

Alonso foi o primeiro a abandonar, na volta 46. Button também não teve sorte e parou na volta 56.

Grosjean tomou uma punição de cinco segundos no tempo de prova após a prova por bater no britânico Will Stevens da Marussia enquanto colocava uma volta no retardatário. Grosjean teve de ir aos pits trocar o pneu traseiro e Stevens teve de trocar o bico.

A próxima etapa acontece na Áustria, no dia 21 de junho.

Confira o resultado da prova:

 Pos.PilotoEquipeTempo/distânciaPts
01   L. Hamilton   Mercedes 1:31'53.145 25
02   N. Rosberg   Mercedes +2.285 18
03   V. Bottas   Williams +40.666 15
04   K. Räikkönen   Ferrari +45.625 12
05   S. Vettel   Ferrari +49.903 10
06   F. Massa   Williams +56.381 8
07   P. Maldonado Lotus +1:06.664 6
08   N. Hülkenberg   Force India +1 volta 4
09   D. Kvyat   Red Bull +1 volta 2
10   R. Grosjean   Lotus +1 volta 1
11   S. Pérez   Force India +1 volta  
12   C. Sainz   Toro Rosso +1 volta  
13   D. Ricciardo   Red Bull

 
 
+1 volta  
14   M. Ericsson   Sauber +1 volta  
15   M. Verstappen   Toro Rosso +1 volta  
16   F. Nasr   Sauber +2 voltas  
17   W. Stevens   Manor +4 voltas  
18   R. Merhi   Manor  abandonou  
19   J. Button   McLaren  abandonou  
20   F. Alonso   McLaren  abandonou  
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Canadá
Sub-evento Domingo corrida
Pista Circuit Gilles-Villeneuve
Pilotos Lewis Hamilton
Equipes Mercedes
Tipo de artigo Relato da corrida