Hamilton: Pneus mascaram verdadeiro potencial da Mercedes

Para piloto inglês, dificuldade no gerenciamento dos pneus mascaram realidade do W09 e espera ter ideia do que será o GP do Azerbaijão somente nesta sexta-feira

Nas corridas de abertura da temporada a Mercedes claramente teve dificuldades com pneus, especialmente nos compostos mais macios da Pirelli.

A equipe tem trabalhado duro para resolver o problema desde a última corrida na China, mas Lewis Hamilton admite que não conseguirá avaliar o progresso até o carro estar na pista de Baku na sexta-feira.

"Acreditamos que o carro é sólido, esse não é o maior problema", disse Hamilton. “Os pneus tem sido algo sobre o qual ainda estamos aprendendo e estão tendo um grande efeito para todos.”

"O carro tem sido ótimo, mas na última corrida, ele definitivamente não estava se saindo do jeito que normalmente sai. Mas, novamente, acho que também são os pneus que realmente entraram em ação. Espero que consigamos realmente superar esta situação e assim poderemos mostrar o verdadeiro desempenho do carro.”

Hamilton está ansioso para ver se o progresso real foi feito: "Tem sido muito interessante as reuniões que tivemos, muito trabalho foi feito. Eu espero vir aqui neste fim de semana e implementar as coisas que aprendemos.”

"Mas sabemos que vai ser por pouco, as Ferraris e as Red Bulls foram muito rápidas aqui no último ano, eu antecipo que será a mesma coisa. Não temos ideia de onde estaremos neste fim de semana."

Curiosamente, Hamilton disse que a equipe se esforçou para entender porque foi tão competitiva Austrália, e menos nas corridas subsequentes.

“Eu não diria que tivemos sorte em Melbourne, mas estávamos melhores. Nós colocamos o carro na pista e funcionou bem. Foi definitivamente mais fácil trabalhar com os pneus.”

“As Ferraris foram lentas nas curvas e na corrida seguinte foram rápidas, por isso encontraram algo e é mais provável que foi nos pneus.”

“Se você olhar para todos os pilotos, há diferentes velocidades de voltas, alguns estão levando duas voltas para que os pneus funcionem, alguns estão demorando mais, há experiências diferentes do que as pessoas estão fazendo.”

Hamilton admitiu que não é fácil melhorar a situação, dada às oportunidades limitadas de testes.

“É muito difícil fazer isso no fim de semana, as sessões são curtas. Eu definitivamente acho essa é uma área que precisamos melhorar. E as pessoas não podem culpar o fato de que nós não fizemos testes de pneus, porque fizemos testes de pneus no ano passado e tivemos o mesmo tempo e esforço como todos os outros.”

“Algumas coisas você aprende mais rápido que outras. Este fim de semana eu acho que nosso entendimento já é melhor, e espero que não seja um fator de mascaramento do nosso desempenho, como aconteceu na última corrida.” 

GP do Azerbaijão: Guia do circuito de Baku

 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Azerbaijão
Pista Baku City Circuit
Pilotos Lewis Hamilton
Tipo de artigo Últimas notícias