Hamilton quer “machucar” rivais quando eles estiverem bem

compartilhar
comentários
Hamilton quer “machucar” rivais quando eles estiverem bem
Por: Scott Mitchell
20 de mar de 2018 18:33

Tetracampeão mundial de Fórmula 1 quer que seus rivais estejam no seu melhor em 2018

Max Verstappen, Red Bull, second place, congratulates Race winner Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1, in Parc Ferme
Sebastian Vettel, Ferrari, Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1, in the press conference
Sebastian Vettel, Ferrari and Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1
Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB14, Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W09

Lewis Hamilton conquistou seu quarto título mundial na temporada passada, depois de ver Sebastian Vettel e a Ferrari desafiar a Mercedes pela primeira vez na era do motor híbrido V6.

A Mercedes tem a Ferrari e a Red Bull como equipes mais próximas antes da temporada de 2018 e Hamilton disse que sua preferência seria enfrentar seus rivais em uma luta direta.

Perguntado sobre se a rivalidade com Vettel se tornaria psicológica depois de alguns arranhões na pista em 2017, Hamilton disse: "Eu não participo de guerra psicológica. Nunca, nunca.”

"Minha guerra psicológica se trata de chegar em forma e pronto e eu estou lá para matar, e os outros sabem que sou bom no que faço.”

"Não acho que os melhores pilotos querem prejudicar outros psicologicamente para que eles tenham um desempenho pior. Eles querem ter o melhor desempenho para que possam provar que são melhores.”

"Bater alguém quando ele é fraco não significa que você é o melhor. Se você acredita que é o melhor porque você derrotou alguém quando ele está por baixo, isso é o pior.”

"Quero vencer esses caras em seu melhor, quando estiverem na melhor forma, porque vai doer muito. E isso é o que eu amo."

Hamilton deve assinar um novo contrato que provavelmente estenderá seu relacionamento com a Mercedes pelo menos até o final da temporada de 2020.

Perguntado sobre o que ele pensa sobre sua vida após a F1, Hamilton disse que isso "demoraria muito."

Ele revelou que tem vários projetos nos quais já está trabalhando e que gostaria de se dedicar quando sua carreira na Fórmula 1 terminasse.

"Há muito para fazer depois. Não estou parado. Não estou apenas me concentrando nas corridas.”

"Eu me concentro, então eu estou 100% preparado e faço o meu trabalho na melhor das minhas habilidades, mas também tenho muita energia.”

"Estou tentando construir fundações, então quando parar, posso dizer ‘muito obrigado’e passo o próximo dia a um novo projeto com o qual estarei entusiasmado e apaixonado."

Relatos adicionais por Roberto Chinchero

Confira o guia da F1 2018

 

 

 

Próxima Fórmula 1 matéria
Chefe: “Alfa Romeo fez Sauber mais atraente a investidores”

Previous article

Chefe: “Alfa Romeo fez Sauber mais atraente a investidores”

Next article

ESPECIAL F1 2018: o que está em jogo para as 10 equipes?

ESPECIAL F1 2018: o que está em jogo para as 10 equipes?

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Lewis Hamilton
Autor Scott Mitchell
Tipo de matéria Últimas notícias