Hamilton responde chefe: "relação com Nico não é problema"

Após entrevista de Toto Wolff, piloto britânico diz acreditar que rivalidade com Rosberg não altere clima dentro da Mercedes

Em entrevista ao MOTORSPORT.COM após o GP de Abu Dhabi, o chefe da Mercedes, Toto Wolff, criticou a postura de seus dois pilotos por cultivarem uma rivalidade dentro e fora das pistas. Segundo o austríaco, isso poderia fazê-lo trocar sua dupla no futuro.

"Damos duro em vencer corridas no domingo e tem sempre um piloto chateado", disse Wolff. "E isso transborda para a equipe. É algo que precisa parar."

Respondendo aos comentários do chefe durante uma aparição na rádio BBC nesta quinta-feira, Hamilton não vê nenhuma evidência de que a situação entre ele e Rosberg na Mercedes esteja atrapalhando.

"É meio louco isso, e eles realmente não devem nos chamar de companheiros de equipe", disse Hamilton. "O problema é que existem dois campeonatos, enquanto no futebol há um campeonato.”

"Para nós há campeonato de construtores, e é para isso que eles nos contratam e nos pagam para ganhar. Mas, individualmente, queremos ganhar o campeonato. Por isso, é difícil.”

"Mas esse lado de tensão com o companheiro de equipe está sempre fora de proporção. Tivemos 16 dobradinhas, por isso a nossa relação não é realmente um problema.”

"Não é como se nos distraíssemos e não terminássemos na frente. Então eu acho que, em última análise, é fácil para as pessoas tomarem as coisas como garantidas. Todos fizemos um excelente trabalho.”

"Isso não nos causou quaisquer problemas, e a energia dentro da equipe é tão grande quanto sempre vai ser. E isso é porque nós fazemos o que fazemos e como o fazemos.”

"Nós nunca vamos ser os melhores amigos, mas de alguma forma nós fazemos tudo funcionar. Há momentos de tensão, mas igual qualquer tipo de esporte, eu imagino."

Recuperação em 2016

Hamilton também disse não ter dúvidas que pode responder ao forte final de temporada de Rosberg e estar de volta ao topo no início do próximo ano.

"Eu posso. Eu me sinto bem", disse ele. "Corro há 22 anos e tudo o que eu fiz no passado deu certo.”

"Nos últimos anos eu voltei a ter confiança. Esse é o plano. Você nunca sabe o que vai acontecer, mas vou estar trabalhando duro. Trabalhando meu corpo. Tenho todas as intenções de voltar forte."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Lewis Hamilton , Nico Rosberg
Equipes Mercedes
Tipo de artigo Últimas notícias