Hamilton 'responde' Ferrari e lidera 2º treino livre; Massa é o 17º

Williams teve uma noite complicada em Cingapura; Vettel participa de apenas 7min de treino

Hamilton liderou a segunda sessão de treinos em Cingapura
A Mercedes recuperou o topo no segundo treino livre para o GP de Cingapura de Fórmula 1. Na última parcial desta sexta-feira, Lewis Hamilton cravou 1min47s490 como a volta mais rápida da prática e finalizou como o mais rápido da sessão. Fernando Alonso, líder na abertura dos trabalhos no sudeste asiático, terminou em segundo, com 1mins47s623.
 
[publicidade] Daniel Ricciardo (1min47s790), Kimi Raikkonen (1min48s031) e Sebastian Vettel (1min48s041), que participou somente dos últimos sete minutos de treino por problemas no motor, completam o grupo dos cinco primeiros classificados no segundo teste do dia em Cingapura.
 
Felipe Massa, por outro lado, não teve uma boa noite em Cingapura. O brasileiro da Williams terminou o segundo treino livre na 17ª posição – 1min49s361; Valtteri Bottas, companheiro na escuderia, foi o 18º durante a sessão – 1min49s971.
 
Restando pouco mais de uma hora para o final do treino, as equipes decidiram testar o pneu supermacio pela primeira vez na temporada. A Force India tratou de liderar a ‘revolução’ e acabou presenteada ao ver os dois pilotos subirem para as duas primeiras posições do treinamento.
 
A partir de então, todos os carros trataram de utilizar o pneu supermacio. Consequentemente, os tempos caíram cada vez mais durante a segunda sessão de treinos em Cingapura. Destaque para a Ferrari, que conseguiu colocar dois carros entre os primeiros colocados (Fernando Alonso, segundo, e Kimi Raikkonen, quinto).
 
A liderança da noite ficou com Lewis Hamilton, o único piloto da Mercedes a se testar com os pneus supermacios; Nico Rosberg permaneceu sem o composto que permite as voltas mais rápidas da categoria. O britânico registrou 1min47s490 antes da metade do treino
 
Hamilton registrou o melhor giro pelo circuito de Cingapura pouco após o ‘grande acontecimento’ da segunda prática desta sexta-feira: a colisão de Pastor Maldonado, da Lotus. O venezuelano perdeu o controle, saindo de traseira, e obrigou a comissão de prova a paralisar o treino durante cinco minutos.
 
Pós-batida do sul-americano, o treinamento ganhou fôlego somente na parte final, quando Sebastian Vettel, enfim, foi à pista. O tetracampeão mundial permaneceu durante quase toda a prática nos boxes, enquanto a Red Bull solucionava os problemas no motor do carro.
 
Vettel deixou os boxes restando pouco menos de sete minutos para o fim da prática e registrou a quinta marca, atrás de Hamilton, obviamente, Alonso, Daniel Ricciardo e Kimi Raikkonen.

Confira os resultados do segundo treino-livre em Cingapura:

1: Lewis Hamilton (ING/Mercedes) – 1min47s490 
2: Fernando Alonso (ESP/Ferrari) – 1min47s623 
3: Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull) – 1min47s790 
4: Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari) – 1min48s031 
5: Sebastian Vettel (ALE/Red Bull) – 1min48s041
6: Kevin Magnussen (DIN/McLaren) – 1min48s358 
7: Jenson Button (ING/McLaren) – 1min48s435 
8: Sergio Pérez (MEX/Force India) – 1min48s653 
9: Nico Hulkenberg (ALE/Force India) – 1min48s751
10: Daniil Kvyat (RUS/Toro Rosso) – 1min48s770 
11: Jean-Éric Vergne (FRA/Toro Rosso) – 1min48s800 
12: Romain Grosjean (FRA/Lotus) – 1min49s062 
13: Nico Rosberg (ALE/Mercedes) – 1min49s075 
14: Pastor Maldonado (VEN/Lotus) – 1min49s139 
15: Adrian Sutil (ALE/Sauber) – 1min49s170 
16: Esteban Gutiérrez (MEX/Sauber) – 1min49s290 
17: Felipe Massa (BRA/Williams) – 1min49s361 
18: Valtteri Bottas (FIN/Williams) – 1min49s971 
19: Jules Bianchi (FRA/Marussia) – 1min50s612 
20: Max Chilton (ING/Marussia) – 1min51s558 
21: Kamui Kobayashi (JAP/Caterham) – 1min52s075 
22: Marcus Ericsson (SUE/Caterham) – 1min52s936
 
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias