Hamilton revela dificuldades “para ficar em pé” após GP

compartilhar
comentários
Hamilton revela dificuldades “para ficar em pé” após GP
Por: Scott Mitchell
9 de jul de 2018 09:57

Lewis Hamilton revelou que estava “sofrendo para ficar em pé” após o GP da Grã-Bretanha, já que estava exausto após sua corrida de recuperação em Silverstone.

Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W09, leads Valtteri Bottas, Mercedes AMG F1 W09, and Kimi Raikkonen, Ferrari SF71H
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1, is interviewed by Martin Brundle, on the podium
Lewis Hamilton, Mercedes-AMG F1 celebrates on the podium
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W09, leads Stoffel Vandoorne, McLaren MCL33
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W09, leads Kimi Raikkonen, Ferrari SF71H
Lewis Hamilton, Mercedes-AMG F1 W09 on the podium

Uma largada ruim fez com que o inglês caísse para terceiro no início da prova, sendo que, posteriormente, ele foi atingido pela Ferrari de Kimi Raikkonen na curva 3, o que o fez cair para a 18ª posição.

Hamilton se recuperou para terminar em segundo, ajudado pela decisão da Mercedes de não fazer um pitstop para trocar pneus durante o safety car. Contudo, ele parecia tenso ao lado de Raikkonen enquanto o top 3 esperava para ir ao pódio.

Questionado se a tensão era fruto do acidente na primeira volta, Hamilton disse: “De forma alguma. Não.”

“Para vocês é fácil sentar aqui e assistir à corrida. Dei um duro danado nessa corrida. Forcei ao máximo, 100, 1000%.”

“Dei cada pedaço de energia que tinha. Não tinha nada faltando quando eu cheguei.”

“As pessoas esperam que você saia do carro, acene, sorria e tudo isso. Dei tudo o que eu podia e estava sofrendo para ficar em pé. Hoje em dia, é muito exigente fisicamente.”

Leia também:

“É diferente quando você está na liderança e pode controlar o ritmo. Eu estava vindo de último.”

“Então, eu não tinha muito o que dar  naquele momento e precisava respirar fundo. Não tenho problema algum com Kimi.”

Enquanto que Hamilton ficou exausto após a corrida, seu principal rival na luta pelo título e vencedor em Silverstone, Sebastian Vettel, aparentemente teve um susto físico maior no sábado.

Vettel admitiu que temia ter de perder a classificação com uma dor no pescoço, e, após obter o segundo lugar no grid, ele confessou que ainda tinha preocupações para a corrida.

Contudo, Vettel acabou usando menos espuma no encosto de seu pescoço para lidar com a situação e acabou conseguindo completar o GP sem maiores preocupações.

“Me senti bem nas voltas até o grid, então tirei um pouco [da espuma]”, disse Vettel.

“A classificação não foi muito prazerosa. Fiz o mínimo de tentativas possível e tinha espuma para dar apoio nas curvas onde eu deixava minha cabeça descansar.”

“Para a corrida não foi necessário. Tive uma boa sensação, e na corrida não houve problemas.”

Próxima Fórmula 1 matéria
Ricciardo: melhores opções fora da RBR se fecharam para 2019

Previous article

Ricciardo: melhores opções fora da RBR se fecharam para 2019

Next article

Hamilton culpa Raikkonen por seus problemas em Silverstone

Hamilton culpa Raikkonen por seus problemas em Silverstone

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP da Grã-Bretanha
Localização Silverstone
Pilotos Lewis Hamilton Shop Now
Equipes Mercedes
Autor Scott Mitchell
Tipo de matéria Últimas notícias