Hamilton se diz "chocado" e Horner queria multa após carona

compartilhar
comentários
Hamilton se diz
Por: Julianne Cerasoli
22 de set de 2013 16:33

Webber e Alonso levaram reprimenda por lance que aconteceu após a prova, mas australiano perdeu 10 posições no grid

A reprimenda dada a Mark Webber por ter entrado na pista sem permissão dos comissários significou que o australiano perderá dez posições no grid no GP da Coreia, próxima etapa do mundial.

Webber abandonou o GP de Cingapura na última volta e entrou na pista para pedir carona e retornar aos pits. Fernando Alonso parou sua Ferrari no meio da pista, na saída de uma curva, em posição perigosa, para pegar o australiano. As duas Mercedes tiveram de desviar suas rotas para não colidir com a Ferrari. Assim, Alonso também foi repreendido por “pilotar de maneira a colocar outros em risco”.

Hamilton reconheceu que a manobra foi perigosa. “Quando cheguei na curva, Fernando estava lá e eu fiquei chocado. Passei pela direita, mas se Mark estivesse andando ali, eu teria o atropelado. Felizmente, não foi o caso.”

Mesmo com o susto, Hamilton acha que isso deveria ser permitido, desde que feito fora da pista. “É bom para os fãs verem e, contando que seja feito de maneira segura, talvez devesse ser permitido no futuro. Houve situações em que vi alguém parado e queria ter ajudado.”

 A diferença, no caso de Webber, é que o piloto já acumulava duas reprimendas na temporada – o espanhol não tinha nenhuma. Segundo a regra, a terceira advertência é transformada automaticamente na perda de posições no grid da prova seguinte.

O chefe da Red Bull, Christian Horner, achou a pena dura demais. “Deveriam ter resolvido isso com uma multa ou um tapa na mão. Uma das cenas mais icônicas de que me lembro é do Mansell dando uma carona para o Senna [no GP da Grã-Bretanha de 1991]. É uma pena que tenha acabado em reprimenda, mas era o que os comissários podiam fazer de acordo com as regras. Acho que eles não podiam dar uma multa”, lamentou.

Não é a primeira vez que isso acontece: Pastor Maldonado viveu situação semelhante no GP do Brasil do ano passado.

As outras advertências de Webber foram no GP do Bahrein, após toque com Nico Rosberg, e no GP do Canadá, por não desacelerar em trecho sob bandeiras amarelas.

Próxima Fórmula 1 matéria
Boullier vê Lotus com chances de pódio até o fim do ano

Previous article

Boullier vê Lotus com chances de pódio até o fim do ano

Next article

Ferrari desiste de carro, mas Alonso diz que segue na luta por tri

Ferrari desiste de carro, mas Alonso diz que segue na luta por tri
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Mark Webber , Fernando Alonso Shop Now
Autor Julianne Cerasoli
Tipo de matéria Últimas notícias