Hamilton se diz surpreso por Ferrari não usar ordens

compartilhar
comentários
Hamilton se diz surpreso por Ferrari não usar ordens
Jonathan Noble
Por: Jonathan Noble
4 de out de 2018 11:21

Lewis Hamilton se disse surpreso pelo fato de a Ferrari nunca ter imposto abertamente ordens de equipe neste ano após o episódio que envolveu Valtteri Bottas no GP da Rússia.

Hamilton recebeu a vitória em Sochi após a Mercedes fazer o pedido ao finlandês, sendo que o líder do campeonato diz não entender por que a principal rival não ter agido de forma similar quando houve a oportunidade.

“Só tivemos ordens de equipe em uma corrida, mas trabalhamos como equipe nas outras”, disse Hamilton, antes do GP do Japão.

“Então, houve momentos em que Valtteri não estava no top 5 e havia duas Ferraris e eu – e as Ferraris trabalharam juntas. A forma com que eles fazem é que eles param um carro [nos boxes], o que significa que eu tenho de parar.”

“Então, eles trabalharão como uma equipe em certas partes dos anos. Mas, em momentos cruciais, como em Monza, eles não fizeram isso. E isso é uma surpresa? Sim. Eles fizeram isso no passado, então não sei por que eles mudaram. Mas não é problema meu.”

Apesar de Hamilton compreender o valor das ordens de equipe na ajuda de sua luta pelo título, ele admite que segue em conflito sobre o papel delas na F1.

“Eu não acho que seja preciso dar grande importância a isso”, disse. “Você tem de aceitar e seguir em frente, e estou definitivamente dividido, assim como todas as pessoas têm opiniões divididas sobre isso.”

“Por um lado, me sinto de um jeito, por outro lado, me sinto de outro. Mas já aconteceu, está feito. De forma coletiva como equipe, nos mantivemos unidos durante toda a experiência.”

Bottas também compreende que as chances de novas ordens de equipe para ajudar Hamilton permanecem.

“Eu preciso aceitar isso. É a situação de agora devido a tudo o que aconteceu no começo da temporada”, disse.

“Então, sim, não posso lutar mais pelo campeonato. Sou uma pessoa que joga em equipe, então estou disposto a ajudar.”

“Não há nada que eu goste mais do que vencer corridas e lutar pelo título, e é isso que quero fazer. Essa ainda será a minha meta final para cada fim de semana, e espero que isso possa acontecer.”

“Mas também sou um membro da equipe e é isso o que fazemos. Somos uma equipe forte e queremos vencer ambos os títulos, e preciso trabalhar como equipe se quisermos fazer isso.”

Questionado se ele se sentia conformado em não poder vencer contra Hamilton até que o campeonato esteja definido, Bottas disse. “Não, não é assim. Acho que eu definitivamente ainda tenho permissão para vencer, mas depende de cada situação.”

“Acho que, honestamente, se Lewis não tivesse a bolha [nos pneus durante o GP da Rússia], se ele não tivesse tanta pressão de Sebastian, talvez a equipe não teria feito [a ordem de equipe]. Então, isso será feito caso a caso.”

Já Hamilton disse: “O que eu entendo é que ele tem de fazer o melhor trabalho que ele pode no fim de semana. Não chego aqui pensando que Valtteri precisa trabalhar para mim. Não.”

Próxima Fórmula 1 matéria
Leclerc: morte de Bianchi torna GP do Japão “muito difícil”

Previous article

Leclerc: morte de Bianchi torna GP do Japão “muito difícil”

Next article

Vettel: Ferrari não “perdeu direção” apesar de derrotas

Vettel: Ferrari não “perdeu direção” apesar de derrotas
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Lewis Hamilton Shop Now
Equipes Ferrari Shop Now
Autor Jonathan Noble
Tipo de matéria Últimas notícias